Ministros das Finanças: Vítor Gaspar é o 12º na lista do Financial Times

Vítor Gaspar explica a crise
Vítor Gaspar explica a crise

As finanças públicas são para o Financial Times como um jogo de futebol: cada país tem a sua selecção e joga pela sua equipa.

O jornal britânico realizou pelo sexto ano consecutivo o ranking dos
melhores ministros das Finanças da União Europeia. No que toca a credibilidade Gaspar é o segundo menos credível da Europa, mas num total de 19
governantes, o ministro das Finanças português ocupa o décimo segundo
lugar e é o quinto com maior peso político, variável conseguida pela visão, compreensão e estado do país. Uma posição satisfatória tendo em conta as medidas implementadas pelo Governo português.

A listagem do jornal económico britânico baseia-se em informações
estatísticas dos países de cada ministro e na opinião de especialistas e comentadores relativamente às suas atitudes ao longo do ano.

O britânico deixa claro que o papel dos ministros das Finanças europeus não tem sido fácil devido à crise da dívida que assola a Europa.

No décimo segundo lugar Gaspar consegue uma posição bem melhor que a do anterior ministro das Finanças de José Sócrates que ocupava o décimo oitavo. Gaspar “ganhou pontos pela determinação na aplicação de medidas duras de austeridade”, informa o jornal.

A mesma justificação é dada para o responsável pelas Finanças irlandesas, que conquistou o décimo lugar pela enorme inversão que tem conseguido aplicar no estado do país.

Depois de Gaspar estão Elena Salgado, Maria Fekter, Fraçois Baroin, Bjarne Corydon, Gyorgy Matolcsy, Giulio Tremonti e em último está o grego Evangelos Venizelos.

O primeiro lugar é ocupado pelo ministro sueco, Anders Borg. A luta económica do ministro pela confiança dos mercados, fê-lo conquistar o maior número de pontos dos comentadores. Em 2011, o jornal demonstra que Borg teve um desempenho exemplar no que concerne a reformas fiscais.

Em segundo lugar está o ministro das finanças de Angela Merkel, Wolfgang Schauble. O alemão ocupa o segundo lugar e é referido como o comandante das Finanças europeias – ou não seja a Alemanha a melhor economia da UE.

De referir ainda que a inércia do último governo grego levaram Venizelos a ocupar o último lugar do ranking. O antigo ministro das finanças grego ainda ocupa a pasta no novo governo de unidade nacional.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Ministros das Finanças: Vítor Gaspar é o 12º na lista do Financial Times