Moody's corta rating de Portugal, Itália e Espanha

A agência de notação financeira Moody"s voltou a cortar a direito nos ratings dos países mais afetados pela crise, colocando sob vigilância negativa França, Reino Unido e Áustria. Desta vez, as vítimas do downgrade foram Itália, Portugal, Espanha, Malta, Eslováquia e

Eslovénia, mas pode haver novos cortes em breve.

A Moody's foi a primeira agência de rating a pôr Portugal no nível equivalente a lixo (Ba2) - em julho, quando cortou a notação da República quatro níveis, com a justificação de que o país iria precisar de um segundo empréstimo

externo e não conseguiria cumprir as metas orçamentais do acordo

com a troika.

Hoje, a agência justifica o downgrade de Portugal (um nível, para Ba3), Espanha (dois níveis, para A3) e Itália (um nível, para A3) com a suscetibilidade destes

países "aos crescentes riscos financeiros e macroeconómicos

decorrentes da crise na zona euro", mas também as riscos internos decorrentes dos programas de austeridade, nomeadamente "a incerteza quanto ao resultado das reformas em curso, enfraquecimento das perspetivas macroeconómicas europeias, fraca confiança dos mercados e exposição dos países do euro às respetivas dívidas soberanas".

"O outlook de Itália, Portugal, Espanha, Malta, Eslováquia e Eslovénia mantém-se negativo dada incerteza quanto ao financiamento nos próximos trimestres e correspondente dificuldade de acesso aos mercados", acrescenta a Moody's em comunicado.

A agência de notação deixa ainda uma nota sobre a Grécia: "O rating de Ca mantém-se até que se clarifique o programa de reestruturação da dívida em curso."

Ainda assim, a agência considera não ter sido demasiado dura nestes ajustamentos "devido aos esforços que as autoridades europeias têm empreendido para preservar a união monetária e implementar as reformas necessárias para restaurar a confiança dos mercados".

Depois dos "ajustes" da agência, estas são as principais alterações aos ratings:

- Áustria: Rating Aaa passa a ter outlook negativo

- França: Rating Aaa passa a ter outlook negativo

- Itália: Corte do rating de A2 para A3 com outlook negativo

- Malta:

Corte do rating de A2 para A3 com outlook negativo

- Portugal: Corte do rating de Ba2 para Ba3 com outlook negativo

- Eslováquia: Corte do rating de A1 para A2 com outlook negativo

- Eslovénia: Corte do rating de A1 para A2 com outlook negativo

- Espanha: Corte do rating de A1 para A3 com outlook negativo

- Reino Unido: Rating Aaa passa a ser negativo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de