Óbito

Morreu João Vasconcelos, ex-secretário de Estado da Indústria

João Vasconcelos 
(Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)
João Vasconcelos (Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)

O fundador da Startup Lisboa e grande responsável da vinda da Web Summit para Portugal tinha 43 anos.

João Vasconcelos, fundador da Startup Lisboa e ex-secretário de Estado da Indústria, morreu esta noite, confirmou o Dinheiro Vivo. Tudo indica que o antigo governante terá sofrido um ataque cardíaco. O velório está marcado para esta quarta-feira na Basílica da Estrela, Lisboa, a partir das 9h, com missa às 10h30. O funeral parte depois para Gafanhão, no concelho de Castro Daire, também na quarta-feira.

Com 43 anos, Vasconcelos era atualmente presidente do Conselho Consultivo da empresa de micromobilidade Flash. Recentemente, e já depois de deixar funções no Executivo de António Costa, tinha fundado o think-thank Conselho. Desde março deste ano, João Vasconcelos tinha também o cargo de mentor no programa Techstars.

Apaixonado pelo empreendedorismo e sempre focado no futuro, era visto pelos que o rodeavam como uma “máquina a trabalhar”.

António Saraiva, líder da CIP, recordou o legado de uma das figuras mais marcantes nos últimos anos para a indústria e o empreendedorismo portugueses. “João Vasconcelos era um dos melhores de nós. Tinha uma força, uma energia e uma capacidade de trabalho raras. Tinha muito amor pelo país. Era uma força da Natureza, um fazedor, um agregador de vontades. Era uma das pessoas que mais estava a ajudar a construir um novo Portugal, pela indústria 4.0”.

“Um tipo cheio de energia com pouco mais de 40 anos”, diz o economista António Nogueira Leite, no Twitter.

Vasconcelos deixou o governo de António Costa no verão de 2017, altura em que foi constituído arguido pelo Ministério Público no caso Galp, por ter ido, a convite da empresa petrolífera portuguesa, assistir a jogos de Portugal no Euro 2016.

A passagem pelo Executivo foi curta – de novembro de 2015 a julho de 2017 -, mas Vasconcelos deixou um marco que se vai prolongar pelos próximos anos: foi o grande mentor da Web Summit em Portugal.

Era um empreendedor e acreditava no País. “Ser um português não é um problema nesta [nova] revolução industrial. Temos as infraestruturas e qualificações para estar entre os líderes. Portugal merece estar na liderança”, disse ao Dinheiro Vivo.

“Lembro-me dele como um campeão super-apaixonado pelas startups em Portugal e alguém que estava sempre a sorrir independentemente de quando o visse”, diz também Robin Wauters, Fundador do Tech_Eu e antigo jornalista do site Tech Crunch e The Next Web.

Entre as funções que exerceu ao longo dos últimos anos está a assessoria do gabinete do primeiro-ministro para a área regional e economia entre 2005 e 2011; a vice-presidência da ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários), entre 1999 e 2005) e a mentoria de vários programas de aceleração.

Deixa mulher e dois filhos menores. Até ao momento não há indicação de quando ou onde decorrerão as cerimónias fúnebres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Foto: D.R.

TAP soma prejuízos de 111 milhões até setembro. E contrata 800 em 2020

Outros conteúdos GMG
Morreu João Vasconcelos, ex-secretário de Estado da Indústria