Óbito

Morreu João Vasconcelos, ex-secretário de Estado da Indústria

João Vasconcelos 
(Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)
João Vasconcelos (Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)

O fundador da Startup Lisboa e grande responsável da vinda da Web Summit para Portugal tinha 43 anos.

João Vasconcelos, fundador da Startup Lisboa e ex-secretário de Estado da Indústria, morreu esta noite, confirmou o Dinheiro Vivo. Tudo indica que o antigo governante terá sofrido um ataque cardíaco. O velório está marcado para esta quarta-feira na Basílica da Estrela, Lisboa, a partir das 9h, com missa às 10h30. O funeral parte depois para Gafanhão, no concelho de Castro Daire, também na quarta-feira.

Com 43 anos, Vasconcelos era atualmente presidente do Conselho Consultivo da empresa de micromobilidade Flash. Recentemente, e já depois de deixar funções no Executivo de António Costa, tinha fundado o think-thank Conselho. Desde março deste ano, João Vasconcelos tinha também o cargo de mentor no programa Techstars.

Apaixonado pelo empreendedorismo e sempre focado no futuro, era visto pelos que o rodeavam como uma “máquina a trabalhar”.

António Saraiva, líder da CIP, recordou o legado de uma das figuras mais marcantes nos últimos anos para a indústria e o empreendedorismo portugueses. “João Vasconcelos era um dos melhores de nós. Tinha uma força, uma energia e uma capacidade de trabalho raras. Tinha muito amor pelo país. Era uma força da Natureza, um fazedor, um agregador de vontades. Era uma das pessoas que mais estava a ajudar a construir um novo Portugal, pela indústria 4.0”.

“Um tipo cheio de energia com pouco mais de 40 anos”, diz o economista António Nogueira Leite, no Twitter.

Vasconcelos deixou o governo de António Costa no verão de 2017, altura em que foi constituído arguido pelo Ministério Público no caso Galp, por ter ido, a convite da empresa petrolífera portuguesa, assistir a jogos de Portugal no Euro 2016.

A passagem pelo Executivo foi curta – de novembro de 2015 a julho de 2017 -, mas Vasconcelos deixou um marco que se vai prolongar pelos próximos anos: foi o grande mentor da Web Summit em Portugal.

Era um empreendedor e acreditava no País. “Ser um português não é um problema nesta [nova] revolução industrial. Temos as infraestruturas e qualificações para estar entre os líderes. Portugal merece estar na liderança”, disse ao Dinheiro Vivo.

“Lembro-me dele como um campeão super-apaixonado pelas startups em Portugal e alguém que estava sempre a sorrir independentemente de quando o visse”, diz também Robin Wauters, Fundador do Tech_Eu e antigo jornalista do site Tech Crunch e The Next Web.

Entre as funções que exerceu ao longo dos últimos anos está a assessoria do gabinete do primeiro-ministro para a área regional e economia entre 2005 e 2011; a vice-presidência da ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários), entre 1999 e 2005) e a mentoria de vários programas de aceleração.

Deixa mulher e dois filhos menores. Até ao momento não há indicação de quando ou onde decorrerão as cerimónias fúnebres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Créditos ruinosos da Caixa nas mãos do Ministério Público

A330-900 neo

A330 neo. Associação de pilotos quer ouvir especialistas na Holanda

(REUTERS/Rafael Marchante)

2019 a caminho de ser o melhor ano de sempre da Autoeuropa

Outros conteúdos GMG
Morreu João Vasconcelos, ex-secretário de Estado da Indústria