Altis fecha todos os hotéis e põe trabalhadores em lay-off

Só as Suites ficam em funcionamento e com um número reduzido de trabalhadores. Maioria irá para layoff.

Em tempos especialmente difíceis como os atuais, há que tomar "decisões lúcidas" e que permitam salvaguardar empregos e a saúde dos trabalhadores. Razão pela qual o Altis decidiu fechar todos os hotéis da cadeia, explica a administração, numa comunicação aos colaboradores a que o Dinheiro Vivo teve acesso.

"A administração decidiu interromper temporariamente a atividade de todos os hotéis, só ficando em funcionamento o Altis Suites, com um reduzidíssimo número de pessoas a assegurar o serviço", especifica-se na carta assinada pela atual administradora do grupo e filha do fundador Fernando Martins, Maria Júlia Valente-Rodrigues.

A responsável explica ainda que desta decisão nasce a consequência de pôr todos os restantes trabalhadores no regime de layoff aprovado pelo governo como medida extraordinária para fazer face aos efeitos da pandemia covid-19 , ficando suspensos os contratos de trabalho "enquanto durar esta situação e retomados depois com toda a normalidade".

A empresa deverá agora, portanto, enviar aos funcionários a comunicação de que entrarão em layoff, de acordo com as regras aprovadas pelo governo para assegurar o apoio extraordinário com vista à manutenção dos postos de trabalho, já que a empresa se encontra numa situação de crise em consequência da covid-19.

Com fronteiras fechadas e o turismo congelado, nas últimas semanas, os hotéis têm visto canceladas todas as reservas, com uma quebra brutal na ocupação e, consequentemente, nos resultados. Fechar os hotéis será a solução possível para conter o prejuízo.

Desta forma, os trabalhadores ficarão com o contrato de trabalho suspenso e, de acordo com a lei, terão direito a ficar em casa com uma remuneração ilíquida de dois terços, comparticipada a 70% pela Segurança Social, conforme especificado nas normas aprovadas pelo governo.

"Esta empresa, fundada pelo nosso pai há 46 anos, conheceu na sua história momentos da mais diversa natureza, também alguns de grande dificuldade, que sempre soube viver e vencer graças aos mesmos fatores, a vontade e determinação, o trabalho e dedicação, a colaboração e entrega de todos. Voltaremos seguramente todos em breve, esperamos que em muito breve", sublinha ainda a administradora, numa palavra de conforto a todos os seus colaboradores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de