João Galamba assegura colaboração do Governo com empresas para descarbonização

Secretário de Estado da Energia participou esta sexta-feira na primeira grande conferência nacional sobre as novas soluções energéticas para a indústria, que se realizou em Sines e defendeu uma colaboração entre Estado e empresas.

José Varela Rodrigues
João Galamba, secretário de Estado da Energia, Ambiente e Transição Energética © PAULO SPRANGER/Global Imagens

O secretário de Estado da Energia, Ambiente e Transição Energética, João Galamba, garantiu esta sexta-feira que as empresas em território nacional podem contar com o Governo no desenvolvimento de projetos que visem a descarbonização da economia.

"A descarbonização é crescimento económico, é desenvolvimento, investimento e emprego. Portanto, da parte do Ministério do Ambiente contarão com todo o nosso apoio para viabilizar projetos, criar condições para que possam crescer. Contem connosco da mesma forma que contamos convosco", afirmou o governante durante a primeira grande conferência nacional sobre as novas soluções energéticas para a indústria, que se realiza hoje em Sines.

João Galamba defendeu que tem de existir um espírito de colaboração entre governantes e empresas, afiançando que "o Estado fará o seu papel sempre muito próximo das empresas". O governante referia-se, desta forma, à importância dos projetos já desenvolvidos, ou em desenvolvimento, no Complexo Industrial de Sines.

A título de exemplo da referida colaboração, Galamba mencionou a nova lei de bases do sistema elétrico nacional, aprovada na quinta-feira em Conselho de Ministros. A nova legislação do sistema elétrico foi aprovada após uma consulta pública de 15 dias, recebendo mais de 150 participações. O decreto-lei aprovado atualiza todo o quadro jurídico aplicável ao funcionamento do setor elétrico, da produção à distribuição e relacionamento com os consumidores.

A primeira grande conferência nacional sobre as novas soluções energéticas para a indústria, que se realiza hoje em Sines, foi promovida pelo Centro de Negócios da Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG