Estas são as empresas que mais contrataram em Portugal durante a pandemia

Os dados são do LinkedIn e já durante a pandemia e mostram que tecnológicas portuguesas dominaram o crescimento nas contratações. Talkdesk é a rainha.

Houve muito que mudou nas empresas em Portugal desde março, com os efeitos das pandemia a intensificarem-se no país, entre objetivos, presença digital e contratações. Ontem publicámos os empregos (e competências) mais procurados na plataforma profissional LinkedIn - que pertence à Microsoft. Desta vez é a vez das empresas que mais contrataram e aquelas que mais aumentaram as contratações feitas entre abril e junho de 2020. Neste último domínio destacam-se duas tecnológicas portuguesas, a Talkdesk e a OutSystems, deixando para trás empresas tradicionais como a Galp, Sonae e EDP. A líder nas contratações absolutas é o BNP Paribas.

O LinkedIn tem ganho importância no país e na forma como as empresas contratam. A Microsoft não costuma divulgar dados locais, mas no início de 2019 uma das responsáveis do LinkedIn dizia-nos que tinham chegado já aos três milhões de utilizadores em Portugal (num crescimento anual de dois dígitos). Estimativas feitas por consultoras já no final de 2019 apontam para 3,3 milhões, cerca de 32% da população, com a maioria (2 milhões) a ser pessoas entre os 25 e os 34 anos. A plataforma indica ter 78 mil vagas de emprego ativas (5400 delas novas) no país.

A Talkdesk aparece na frente do ranking do LinkedIn no crescimento (em percentagem) das contratações feitas entre abril e junho, com uma subida de 8,7% na busca por talento. A empresa de software na cloud para contact centers é um dos três unicórnios portugueses (estatuto para quem atinge mil milhões de dólares de valor de mercado), em conjunto com Farfetch e OutSystems e, ainda esta semana, anunciou 50 novas contratações, num programa para recém-licenciados e mestres - neste caso trata-se da busca de talento nas áreas de desenvolvimento de software, qualidade e testes, ciência de dados e desenvolvimento de operações e segurança e suporte.

Já em números absolutos (não apresentados) no ranking ganha o BNP Paribas - um dos maiores bancos na Europa, com sede em Paris -, mas que é o terceiro em crescimento em contratações nesse período. No ranking absoluto de contratações segue-se a Teleperformance, empresa francesa especializada em serviços de atendimento telefónico e suporte técnico e, depois sim, as tecnológicas Talkdesk e OutSystems.

Altran (multinacional francesa de consultoria em inovação e engenharia), Microsoft, NOS, Sitel (empresa de contact center com sede em Miami, na Flórida), EDP e a Accenture (consultora americana de gestão, tecnologia e outsourcing) completam a lista em números absolutos.

Voltando às empresas que mais aumentaram (em percentagem) as suas contratações durante a pandemia surge outro unicórnio português, a OutSystems, com subida de 7,5%. A empresa de Paulo Rosado criou uma plataforma de low code que permite praticamente colocar qualquer um a programar e tem sido ferramenta base para o crescimento de muitas empresas portuguesas na área do software.

Em 4º lugar na empresas que mais cresceram em contratações e atrás do BNP Paribas (cresceu 6% durante a pandemia), está a Microsoft Portugal (5,5%), que celebra esta semana os 30 anos de presença no país admitindo que tem já 1100 funcionários - número de duplicou nos últimos quatro anos.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de