Mais barato comprar casa em Nisa, Penamacor e Góis

Nestes concelhos, o preço médio por metro quadrado é inferior a 457 euros. Conheça os 25 municípios, todos do interior, onde é menos dispendioso adquirir habitação.

Nisa, no distrito de Portalegre, Penamacor, de Castelo Branco, e Góis, de Coimbra, são os concelhos onde é mais barato comprar casa, segundo um estudo divulgado esta terça-feira pelo Idealista, o Marketplace imobiliário de Portugal, com base no relatório de preços de venda de dezembro de 2022. Em média, o preço por metro quadrado nestes três municípios é de 420 euros, 431 euros e 457 euros, respetivamente.

O ranking dos 10 municípios mais baratos completa-se com Fronteira, em Portalegre (471 euros/m2), Penacova, em Coimbra (472 euros/m2), Sabugal, na Guarda (492 euros/m2), Crato, em Portalegre (501 euros/m2), Nelas, em Viseu (505 euros/m2), Arganil, em Coimbra (509 euros/m2) e Penela, em Coimbra (510 euros/m2).

Por menos de 600 euros por metro quadrado, encontram-se ainda os municípios de Gavião, em Portalegre (515 euros/m2), Pampilhosa da Serra, em Coimbra (524 euros/m2), Idanha-a-Nova, em Castelo Branco (528 euros/m2), Proença-a-Nova, em Castelo Branco (530 euros/m2), Monforte, em Portalegre (533 euros/m2), Mação, em Santarém (535 euros/m2) e Avis, em Portalegre (544 euros/m2).

O ranking continua com Melgaço, em Viana do Castelo (545 euros/m2), Gouveia, na Guarda (546 euros/m2), Celorico da Beira, na Guarda (548 euros/m2), Cinfães, em Viseu (549 euros/m2), Santa Comba Dão, em Viseu (556 euros/m2), Castanheira de Pera, em Leiria (560 euros/m2) e Chamusca, em Santarém (566 euros/m2).

No último lugar da lista dos 25 municípios mais baratos para adquirir casa, surge Alter do Chão, em Portalegre, custando o metro quadrado 569 euros.

Conheça a lista dos 25 municípios, todos do interior, com o preço médio por metro quadrado mais baixo:

Os municípios baratos por distrito e ilha

O estudo realizado pelo Idealista também identificou is concelhos mais baratas para comprar casa em Portugal de cada distrito. Além dos municípios já mencionados no ranking dos 25 com o preço médio por metro quadrado mais baixo, seguem-se Vidigueira, em Beja (583 euros/m2), Valpaços, em Vila Real (629 euros/m2), Sever do Vouga, em Aveiro (657 euros/m2), Macedo de Cavaleiros, em Bragança (704 euros/m2) e Portel, em Évora (705 euros/m2).

A lista continua com Baião, no Porto (718 euros/m2), Cabeceiras de Basto, em Braga (758 euros/m2), Nordeste, na ilha de São Miguel (767 euros/m2), Alcoutim, em Faro (833 euros/m2) e Praia da Vitória, na ilha Terceira (916 euros/m2).

Acima dos mil euros por metro quadrado, figuram Cadaval, em Lisboa (1 059 euros/m2), Horta, na ilha do Faial (1 135 euros/m2), São Vicente, na ilha da Madeira (1.279 euros/m2) e Santiago do Cacém, em Setúbal (1 561 euros/m2).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de