Marcelo: "Há preocupação de conciliar a ideia de desconfinamento com prudência e precaução"

"Uma Páscoa confinada, isso é importante", considera o Presidente da República.

O Presidente da República considera que "há aqui uma preocupação de conciliar a ideia de desconfinamento com prudência e precaução", afirmou em Roma, depois do encontro com o Papa Francisco.

"Eu tinha recebido o senhor primeiro-ministro anteontem à noite sobre o plano e depois já em Roma tive conhecimenmto em pormenor", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, destacando a "convergência não só institucional mas estratégia que tem envolvido o Presidente da República, a Assembleia da República e o Governo e vai continuar".

"O plano tem a preocupação de ir até maio, o que é bom, não ser demasiado longo, ser flexível, nos indicadores escolhidos, na forma como são ligados com as medidas".

Marcelo destaca uma "Páscoa confinada, isso é importante"

O Presidente da República salienta o facto de o plano de desconfinamento "salvaguardar a ideia, que me parecia importante, que é a Páscoa com confinamento", o de "uma Páscoa confinada, isso é importante"

Destaca também a ideia de "uma abertura progressiva e acompanhada pelas atividades económicas e sociais".

"A prioridade dada às escolas e aí o plano é, em pormenor, mais cuidadoso quando à reabertura após a Páscoa dos diferentes graus de ensino, porque é por fases".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de