"O Bloco não mudará de voz", mas pode viabilizar um "bom orçamento", admite Catarina Martins

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda avisa o Governo que não cede a chantagens e que votar a favor deste Orçamento do Estado estaria a "desertar de Portugal".

Na sessão de encerramento do debate na generalidade do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), Catarina Martins justificou o voto contra do partido que foi parceiro da geringonça na anterior legislatura. "Não trocamos soluções por anúncios", declarou a líder bloquista.

"No OE2021 temos de decidir como defendemos Portugal no próximo ano. E para um orçamento ser de esquerda, não basta dizê-lo; tem de construir soluções de esquerda", apontou Catarina Martins.

E deixou um aviso ao primeiro-ministro: "faça os jogos políticos que quiser. Acuse-nos, ameace-nos, aplauda quem nos insulta. O Bloco não mudará de voz", declarou a líder bloquista, acrescentando que se o PS quiser "a exclusividade no SNS, no apoio social de quem perdeu tudo com a crise, na proteção contra o despedimento e na exigência contra a fraude financeira, o Bloco estará lá para viabilizar um bom orçamento", indicou a coordenadora nacional bloquista.

PAN aponta as falhas do Orçamento

A deputada do PAN Inês de Sousa Real aponta falhas neste Orçamento no que diz respeito aos jovens. "Não podemos apenas oferecer aos jovens estágios profissionais", refere a líder parlamentar do partido.

"Um país que se diz comprometido com o combate às alterações climáticas" não pode apoiar quem mais poluiu, apontou Inês de Sousa Real.

"A partir de amanhã começa uma nova fase e saberemos o grau de compromisso de cada um em particular do Governo em acolher mais do que aquilo que projetou na generalidade", afirma a deputada. Avisando que "é a derradeira oportunidade para que este Orçamento saia melhor do que aquilo que entrou, mas sobretudo a derradeira oportunidade para termos um orçamento", avisou.

ACOMPANHE O NOSSO LIVEBLOG COM TUDO SOBRE O DEBATE NO PARLAMENTO

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de