Preço das portagens deverá subir 1,8% em 2022

Concessionárias das autoestradas deverão fazer chegar a sua proposta de atualização até 15 de novembro, para entrar em vigor a 1 de janeiro de 2022.

O preço das portagens cobradas nas autoestradas deverá aumentar 1,8% a 1 de janeiro de 2022, caso se confirme o valor provisório da taxa de inflação registada em outubro, que é avançado esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Retomam-se assim os aumentos depois de, tanto em 2020 como em 2021, não ter havido mexidas uma vez que o indicador de referência para esta atualização foi negativo.

O valor dos aumentos das portagens em cada ano é decidido com base na taxa de inflação homóloga de outubro, sem habitação, em Portugal Continental, devendo depois as concessionárias das autoestradas fazer chegar a sua proposta de atualização até 15 de novembro, para entrar em vigor no primeiro dia do ano seguinte.

Antes do valor exato ser conhecido, é necessário esperar pelos dados definitivos referentes ao Índice de Preços no Consumidor (IPC) do mês de outubro, que serão publicados no próximo dia 11 de novembro.

Segundo a estimativa rápida do IPC, divulgada na manhã desta sexta-feira pelo INE, a taxa de variação homóloga da inflação terá registado uma subida para os 1,8% em outubro (1,5% setembro). Já o indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) terá registado uma variação de 1,1% (0,9% no mês anterior).

"Estima-se que a taxa de variação homóloga do índice relativo aos produtos energéticos se situe em 13,3% (10,5% no mês precedente) enquanto o índice referente aos produtos alimentares não transformados terá apresentado uma variação de -0,7% (-0,4% em setembro)", estima o INE.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de