Valor das rendas das casas alivia em 2020

O travão ao crescimento continuou no final do ano passado, mantendo trajetória iniciada no primeiro trimestre. Variação homóloga de dezembro está ao ritmo mais baixo dos últimos três anos.

O crescimento do valor das rendas das casas em Portugal está a perder gás desde o início do ano e a variação homóloga em dezembro já está abaixo dos 2%, indica o Instituto Nacional de Estatística (INE) na nota divulgada esta quarta-feira sobre a inflação.

"Tomando o conjunto do ano 2020, a variação média anual do valor das rendas de habitação por metro quadrado de área útil fixou-se em 2,6% (3,2% em 2019)", detalha o INE, acrescentando que foi a região de Lisboa que registou a variação média mais elevada (3,0%), "tendo todas as restantes regiões apresentado variações positivas".

O gabinete de estatística explica que "o índice de rendas de habitação incluído no índice de preços no consumidor (IPC) é relativo a todo o stock de habitação arrendado" e, por isso, "não pode ser comparado com as estatísticas de rendas da habitação ao nível local divulgadas pelo INE, em que o valor mediano das rendas por metro quadrado é relativo apenas a novos contratos de arrendamento." Ou seja, são consideradas todas as rendas efetivamente pagas pelos inquilinos e esta evolução também pode estar relacionada com as moratórias.

Em termos mensais, o gabinete de estatística refere que "a taxa de variação homóloga das rendas de habitação foi 1,9% em dezembro, valor inferior em 0,1 ponto percentual ao apurado no mês anterior", sendo que a região Norte registou "o aumento mais intenso (2,1%).

Comparando com o mês de novembro, "o valor médio das rendas de habitação por metro quadrado registou uma variação mensal de 0,1% (valor idêntico ao registado no mês anterior)". Neste caso, a variação mensal mais elevada foi registada na Madeira (0,2%), com as restantes regiões a apresentarem variações positivas com a exceção do Norte e do Algarve que tiveram uma variação mensal nula.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de