aviação

Não coloca o telefone em modo de voo no avião? Pode receber conta choruda

25. Aer Lingus

Aer Lingus, Virgin Atlantic, Emirates e Singapore Airlines são algumas das companhias aéreas que permitem chamadas a bordo.

Sabia que se não desligar ou colocar o seu smartphone em modo de voo durante uma viagem de avião pode chegar a casa e ter no correio uma fatura de centenas de euros para pagar? De acordo com o jornal britânico The Telegraph, no Reino Unido os passageiros estão a ser avisados pelas companhias áreas que se habilitam a contas chorudas caso se esqueçam de desligar os seus aparelhos da rede enquanto estão no ar.

Por exemplo, um dos passageiros da Aer Lingus, a viajar entre os EUA e a Irlanda, teve de pagar uma fatura de mais de 260 euros depois de ter deixado o seu smartphone ligado no compartimento por cima do seu lugar. Isto porque, diz o jornal, com ligação à rede e o roaming ativado, o aparelho conectou-se à rede interna do avião que é providenciada pelo especialista em telecomunicações para a aviação Aeromobile.

A operadora deste cliente – a AT&T – explicou que a conta foi o resultado de “antenas instaladas no avião que operam fora de um plano de roaming internacional ilimitado, e que se ligam automaticamente aos telefones que não estejam em modo de voo”.

A Aer Lingus, uma das 23 companhias áreas que usa a conectividade de bordo da Aeromobile, confirmou que os passageiros que não desliguem os aparelhos podem ter surpresas desagradáveis e custos acrescidos. No entanto, a companhia aérea garante que não lucra com esta situação. Virgin Atlantic, Emirates e Singapore Airlines são outras companhias aéreas que têm este serviço.

“Por razões de segurança, antes de cada voo, a tripulação de cabina da Aer Lingus avisa os passageiros para desligarem os telefones ou colocarem em modo de voo”, disse um porta-voz da empresa, acrescentando também que se os auriculares ficarem ligados aos telefones podem funcionar como antenas e “fazer a ligação à rede de roaming do voo e o cliente será faturado”. Os gastos são equivalentes a fazer chamadas ou mandar mensagens em tarifário de roaming internacional, fora da União Europeia.

Desde 2008 que a Aeromobile oferece a possibilidade de fazer chamadas em pleno voo, depois da aprovação da Autoridade de Aviação Civil. A primeira chamada feita a bordo de um avião foi num voo da Emirates entre Dubai e Casablanca. Desde aí, dezenas de outras companhoas adotaram o serviço, com a Virgin Atlantic a estreá-lo em 2012. A Ryanair também implementou a oferta em 2009, mas acabou por retirá-la alegando falta de interesse dos passageiros. Há ainda muitas companhias aéreas que não permitem chamadas a bordo.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral de Dep—ositos -

CGD perdeu 1200 milhões em empréstimos de risco

Miguel Setas, presidente da EDP Brasil

EDP Brasil quer duplicar presença no país até 2020

Ricardo Mourinho Félix, secretário de Estado Adjunto e das Finanças. Fotografia: Jorge Amaral/Global Imagens

Portugal não vai concorrer a vaga de topo no BCE, nem mexe na previsão do PIB

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Não coloca o telefone em modo de voo no avião? Pode receber conta choruda