Natal. Portugueses gastaram 39,4 euros por compra em dezembro no Multibanco

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a zona do País onde a retração no consumo mais se acentuou desde o início da pandemia.

No Natal os portugueses gastaram em média 39,4 euros por compra, usando a rede Multibanco, uma subida de 5,6% face a novembro, de acordo com os dados do SIBS Analytics. O pico de operações na rede foi no dia 24 de dezembro, às 11h30, com 312 transações por segundo. Mas o maior número de compras físicas no ano passado foi a 23 de dezembro, com uma subida de 57% face à média diária de dezembro de 2020.

"Os setores com maior variação do número de compras em dezembro 2020 face ao resto do ano (janeiro - novembro 2020) foram os Jogos, Brinquedos & Puericultura (setor que cresceu x2,5), Perfumaria & Cosmética (x2,1) e Decoração & Artigos para o Lar (x2,0)", refere o SIBS Anayltics.

O pagamento através de sistemas sem contacto também aumentou a sua utilização, tanto nas compras em lojas físicas como no online. Em dezembro, os pagamentos em loja usando a MB Way cresceram 321% face a dezembro de 2019, com as compras online a subir 241%. " O MB Way termina o ano de 2020 com mais de 3 milhões de utilizadores e mais de 100.000.000 operações num só ano. Só no mês de dezembro foram realizadas mais de 7 milhões de compras, totalizando mais de 15 milhões de operações, valores que praticamente triplicaram desde há um ano", informa o SIBS Analytics.

Em dezembro, os portugueses compraram mais online - subiram 40% face ao ano anterior - e, em contrapartida, as aquisições nas lojas físicas recuaram 11% face ao mês homólogo de 2019, embora tenha aumentado dois pontos percentuais face a novembro. Desde novembro, recorde-se, o aumento de casos de infeções levou o Governo a determinar recolhimento obrigatório a partir das 13h em centenas de concelhos e o encerramento do retalho físico, inclusive o alimentar.

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a zona do País onde a retração no consumo mais se acentuou desde o início da pandemia. Em dezembro, "o número de compras em loja ficou a -17% do que no período homólogo de 2019, um recuo ainda assim menos acentuado ao registado em novembro que se fixou em -19%."

"No Norte as recentes medidas restritivas traduziram-se numa queda de 12% nas compras físicas no último mês face ao ano anterior. No geral, a maioria das regiões do país registaram quebras no consumo em loja, com exceção do arquipélago dos Açores e do Alentejo, em que se verificou uma evolução positiva de 4% e 2%, respetivamente, face a dezembro de 2019."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de