Natalidade

Natalidade. Portugal apresenta uma das mais baixas taxas do mundo

pexels-photo-325690

Em Portugal, as mulheres têm uma média de 1,3 filhos. Carreira profissional e acesso fácil a cuidados de saúde justificam baixa taxa

Portugal apresenta uma das mais baixas taxas de natalidade do mundo, integrando um grupo de 91 países onde as mulheres têm menos de dois filhos. Segundo um estudo da Universidade de Washington, as mulheres portuguesas têm em média 1,3 filhos. Na Europa, só o Chipre tem um menor taxa de natalidade.

De acordo com o estudo da revista The Lancet, divulgado pela agência espanhola Efe, Portugal, Espanha e Chipre tem uma taxa de natalidade abaixo da média europeia, que se situa nos 1,6 filhos. Espanha regista uma média de 1,4 e o Chipre de apenas um. Em contraponto, a Niger é o país onde as mulheres têm mais filhos, registando uma média de sete.

Leia também: Os 25 países com maior esperança de vida em 2040 (Portugal na lista)

“As baixas taxas de natalidade refletem a facilidade de acesso aos serviços de saúde e aos métodos contracetivos, mas também o facto de muitas mulheres decidirem adiar ou renunciar à maternidade para terem mais oportunidades de educação e emprego”, explicou o principal autor do estudo Christopher Murray.

O Níger lidera a lista de natalidade (7,1), seguido do Chade (6,7), Somália (6,1) e Mali (6).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Orçamento suplementar mantém despesa de 704 milhões de euros para bancos falidos

Jorge Moreira da Silva, ex-ministro do ambiente

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Acordo PS-PSD. “Ninguém gosta de um planalto ideológico”

Mario Draghi, presidente do BCE. Fotografia: Reuters

Covid19. “Bazuca financeira tem de fazer mira à economia, desigualdades e clima”

Natalidade. Portugal apresenta uma das mais baixas taxas do mundo