comércio livre

Negociações do acordo de comércio livre UE-EUA falharam

As negociações entre a UE e os EUA para estabelecer o acordo de comércio livre (TTIP) falharam, afirmou hoje o vice-chanceler alemão, Sigmar Gabriel.

As negociações entre a União Europeia (UE) e os Estados Unidos (EUA) para estabelecer um amplo acordo de comércio livre (conhecido pela sigla TTIP) falharam, afirmou hoje o vice-chanceler alemão, Sigmar Gabriel.

“As conversações com os Estados Unidos falharam de facto porque nós, os europeus, não temos de ceder às exigências americanas”, disse Sigmar Gabriel, que também é ministro da Economia, em declarações à estação pública alemã ZDF.

“Nada está a avançar”, reforçou o responsável político.

A contestação do acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP) na Alemanha sempre esteve presente durante as negociações com Washington, incluindo no seio da coligação governamental.

Se os sociais-democratas, como Sigmar Gabriel, estão cada vez mais afastados deste projeto, Angela Merkel, líder do partido conservador União Democrata Cristã (CDU), continua a defender o acordo com os americanos.

“Este acordo é absolutamente certo e importante e do interesse absoluto da Europa”, afirmou a chanceler alemã em finais de julho.

Negociadores da UE e dos EUA começaram em 2013 conversações para criar a maior área de comércio livre no mundo. As duas partes pretendem finalizar as negociações até ao fim da administração democrata do Presidente norte-americano Barack Obama, em finais deste ano.

Mas essa possibilidade parece estar cada vez mais longe, por causa da oposição de grandes economias europeias, como a França, e da forte mobilização da sociedade civil contra o tratado.

A decisão do Reino Unido de deixar a UE também veio complicar o processo.

Nos bastidores, diplomatas próximos do processo estão convencidos de que as negociações deverão ser suspensas pelo menos até às eleições em França e na Alemanha em 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Taça Portugal - Benfica vs Sporting

Benfica encaixa 50 milhões. SAD fala em “capacidade acrescida de tesouraria”

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva ,à chegada para a reunião da Comissão Permanente de Concertação Social, em Lisboa, 26 de fevereiro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo mantém todas as restrições na Grande Lisboa por mais 15 dias

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Governo exige que Bélgica retire Alentejo e Algarve de zonas arriscadas

Negociações do acordo de comércio livre UE-EUA falharam