Automóvel

Nissan regista quebra de 41,6% nas vendas em abril

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

A República Popular da China foi o primeiro país a comprar veículos Nissan, em abril: 122.846, um aumento de 1,1% face ao homólogo de 2019.

As vendas globais da Nissan Motor caíram 41,6% em abril, em relação a igual período do ano passado, e nos primeiros quatro meses do ano acumula uma redução de 31,1%, anunciou a construtora.

Tal como outras empresas do setor, a Nissan Motor ressentiu-se esta ano pela queda da procura global de veículos por causa dos efeitos da pandemia do novo coronavírus que obrigou à suspensão da produção em muitas fábricas da companhia.

Estes dados são difundidos no mesmo dia em que a Nissan deve divulgar os resultados do ano fiscal que terminou no passado mês de março e que prevê resultados negativos em relação ao balanço operativo, pela primeira vez em 11 anos.

Em abril, a Nissan registava a venda de 217.624 veículos. A República Popular da China foi o primeiro país a comprar veículos Nissan, em abril: 122.846, correspondendo um aumento de 1,1% em relação ao mesmo período de 2019. Em segundo lugar ficaram os Estados Unidos com 46.287 unidades (-51,6%)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (D), e o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares (E), participam na conferência de imprensa no final de uma reunião, em Loures. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Costa: “Há países que foram colocados em listas vermelhas por retaliação”

João Rendeiro, ex-gestor do BPP

João Rendeiro, ex-presidente do BPP, condenado a pena de prisão

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. (ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA)

Marcelo diz que revisão do défice “traduz bem a crise brutal”

Nissan regista quebra de 41,6% nas vendas em abril