Novo Banco encaixa 15,9 milhões de última tranche da GNB ao Crédit Agricole

A venda terá um impacto positivo de 6 milhões de euros nos resultados do Novo Banco.

O Novo Banco encaixou 15,9 milhões de euros com a venda da restante participação de 25% do capital da GNB - Seguros, companhia de seguros não-vida, ao Crédit Agricole Assurances, que passa a deter 100% da seguradora.

"Esta operação inclui ainda a celebração de um contrato de distribuição de seguros não vida, para o mercado português, com a GNB Seguros, por um período de 22 anos", refere o Novo Banco num comunicado divulgado esta quinta-feira.

A venda tem um impacto positivo previsto de cerca de 6 milhões de euros na demonstração de resultados do banco, adianta o Novo Banco.

"Com esta transação, o banco cumpre o último dos 33 compromissos previstos no acordo com a DGComp (autoridade da concorrência europeia) para 2019, e coloca o Novo Banco em situação preferencial para que 2020 seja o último ano de reestruturação e limpeza de balanço focalizando a sua estratégia no plano de transformação e foco no futuro do negócio bancário em 2021", salienta no comunicado.

O Novo Banco tem estado envolto em polémica devido aos cerca de 3.000 milhões de euros que já pediu ao Fundo de Resolução em injeções de capital, desde 2017, para cobrir perdas relacionadas com a venda de ativos do tempo do BES.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de