Número de estudantes colocados no ensino superior público aumenta 15%

Foram 50 964 os estudantes colocados na primeira fase do concurso, que teve mais 11 525 candidatos que em 2019.

19,1 valores foi, de acordo com os resultados este domingo divulgados (e que pode consultar aqui ou descarregar em formato excel) da primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público para o ano letivo 2020/21, a nota de entrada do último colocado em dois cursos da faculdade de Engenharia da Universidade do Porto - Bioengenharia e Engenharia e Gestão Industrial - que nesta fase esgotaram já as vagas, respetivamente 77 e 93. A mesma classificação exibe o centésimo vigésimo estudante a entrar em engenharia aeroespacial e o nonagésimo segundo a completar o contingente de Engenharia Física e Tecnológica, no Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa.

Os integrantes destes cursos, que nos últimos anos ultrapassaram os de ciências médicas no top das classificações de acesso, e que se encontram decerto entre aqueles que o ministério da Ciência Tecnologia e Ensino Superior considera estarem "em ciclos de estudo com maior concentração de melhores alunos", contribuem para o aumento de 29%, face a 2019, do denominado "índice de excelência dos candidatos", que teve um crescimento de 1540 para 1984 colocados.

Leia mais no DN

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de