Nunca as famílias tiveram tantas dificuldades em pagar à banca

Maioria do crédito está a ir para a casa
Maioria do crédito está a ir para a casa

Nunca o crédito malparado das famílias tinha sido tão elevado. No mês de dezembro, o Banco de Portugal registou um total 5.103 milhões de euros em cobrança duvidosa. É o valor mais elevado desde 1998, altura em que o Banco de Portugal começou a disponibilizar dados.

No último mês de 2012, os bancos concederam 134 020 milhões de euros em crédito, e deste valor, 5103 milhões são crédito de cobrança duvidosa. Isto significa que 3,8% do total de crédito concedido continua a pesar na factura dos bancos.

No total desse mês o crédito malparado entre as famílias voltou a aumentar – só entre novembro e dezembro registaram-se mais 19 milhões de euros de cobrança duvidosa -, como de resto tem sido a tendência dos últimos meses, mas foi o malparado no consumo que conduziu a cobrança duvidosa para um novo máximo.

Enquanto que o crédito malparado na habitação caiu ligeiramente entre o mês de novembro e dezembro, de 2260 milhões para 2253 milhões de euros, a cobrança duvidosa no consumo aumentou de 1562 para 1580 milhões de euros.

Desde que Portugal pediu assistência financeira que o valor do malparado no crédito aos particulares já aumentou 841 milhões de euros.

No mês de dezembro, também se manteve a tendência de redução do crédito concedido às famílias. Os portugueses receberam um total de 134 020 milhões de euros em crédito, tendo pedido mais crédito para a casa que para o consumo. Foram, assim, emprestados 109 673 milhões de euros, 81.8% do total de crédito para a habitação e os restantes 9,9% para o consumo, ou seja 13.372 milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Rui Freire conta com experiência na Microsoft, grupo Havas e Global Media Group. Fotografia: DR

Rui Freire passa da Microsoft para o grupo Omnicom

Mariana Mortágua, deputada do Bloco de Esquerda

BE: retificativo é consequência natural de intervenção na CGD

Fotografia: REUTERS/ Lucy Nicholson

Estes são os atores mais bem pagos do mundo, segundo a Forbes

Martifer, Oliveira de Frades. Fotografia: Fernando Fontes/Global Imagens

Martifer com prejuízos de 3,2 milhões de euros

Fotografia: EPA/DAVE HUNT

Uber perde mais de mil milhões de euros no primeiro semestre

14 hábitos

Vídeo. 14 dicas para conseguir um aumento

Conteúdo Patrocinado
Nunca as famílias tiveram tantas dificuldades em pagar à banca