Dinheiro Vivo TV

O que diz o líder europeu da Google sobre o polémico Artigo 13

A carregar player...

Matt Brittin, líder de negócio e operações da Google na Europa, Médio Oriente e África, diz que o Artigo 13 pode mudar a forma como plataformas como o YouTube funcionam nos países europeus.

A reforma legislativa dos direitos de autor que a Europa está a preparar tem sido um dos grandes temas da atualidade em Portugal: o youtuber Paulo Borges, mais conhecido por Wuant, publicou um vídeo, com várias informações incorretas, onde aborda sobretudo o polémico Artigo 13, também conhecido como o artigo dos filtros de upload.

Caso este artigo venha a ser implementado, significaria que os conteúdos carregados em plataformas como o YouTube, Facebook, Twitter e Instagram seriam revistos antes de serem publicados, para evitar que conteúdos que violam direitos de autor cheguem à web.

A Google é uma das empresas mais preocupadas com esta questão e na entrevista exclusiva com a DN Insider, o líder europeu da tecnológica abordou a questão e explicou por que razão está também preocupado com o Artigo 13. Veja as explicações de Matt Brittin no vídeo em cima.

Leia a entrevista completa ao líder europeu da Google em Insider.pt

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Taxa de juro do crédito à habitação cai para 1%

Lisboa, 18/02/2020 - Plenário da Assembleia da República - Debate quinzenal com o primeiro ministro.
Primeiro Ministro António Costa com os restantes ministros que compõem o governo.
Jerónimo de Sousa - PCP
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Jerónimo avisa Costa que “sem aumentos salariais” os “problemas vão aumentar”

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (C), acompanhado pelo ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno e pelo presidente da CP, Nuno Freitas (E), na assinatura do contrato de serviço público entre o Estado e a CP, na Estação do Rossio, em Lisboa, 28 de novembro de 2019. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

CP escapa a multas por atraso no contrato de serviço público

O que diz o líder europeu da Google sobre o polémico Artigo 13