Investimento

Óbidos com 46,9 milhões de investimento aprovado pelo Portugal 2020

Veja as cinco vagas de empregos que levam mais e menos tempo a preencher
Veja as cinco vagas de empregos que levam mais e menos tempo a preencher

Concelho de Óbidos viu aprovados nos últimos dois anos cerca de 46,9 milhões de euros de investimentos privados no âmbito do quadro comunitário

O concelho de Óbidos viu aprovados nos últimos dois anos cerca de 46,9 milhões de euros de investimentos privados no âmbito do quadro comunitário 2020, revelou a autarquia que hoje comemora o Feriado Municipal.

“Foram aprovados investimentos privados, no âmbito da PT 2020, até hoje, de cerca de 46,9 milhões de euros”, revelou o presidente da câmara de Óbidos num balanço do mandato.

O concelho atraiu nos últimos três anos “mais 132 empresas” e o desemprego “reduziu 36,91%”, refere Humberto Marques no discurso comemorativo do Feriado Municipal, que hoje deveria ser proferido numa sessão solene, mas cujo programa foi alterado devido ao luto municipal decretado após a morte do antigo presidente Mário Soares.

No documento, a que a Lusa teve hoje acesso, o autarca faz um balanço de “cinco eixos fundamentais: Educação, Desenvolvimento Económico e Natural, Desenvolvimento Social, Regeneração e Governança” para o concelho que tem em execução “o maior investimento público alguma vez feito” naquele território, um projeto de regadio orçado em 28 milhões de euros e que irá servir cerca de 900 agricultores.

O concelho que, segundo os dados estatísticos revelados no discurso “tem uma das maiores taxas de ocupação da Região Centro” em termos turísticos, apostou igualmente no investimento em “12 programas de desenvolvimento social” e investiu “mais de 2,7 milhões de euros nos apoios sociais, cerca de um milhão de euros no apoio aos Bombeiros Voluntários e cerca de 1,2 milhões nas Associações e coletividades”.

A Regeneração Urbana e Social é outras das apostas sublinhadas pelo presidente do executivo que definiu 22 áreas de reabilitação atribuindo aos moradores “um conjunto de benefícios fiscais e financeiros” que incluem a isenção do pagamento do IMI e do IMT e a redução da taxa do IVA para 6%.

Já no que respeita ao património a câmara sublinha a aprovação de um financiamento de 1,2 milhões de euros para a reabilitação das muralhas da vila e a assinatura de um protocolo com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que resultará num investimento de 1,5 milhões de euros na recuperação do Santuário do Senhor da Pedra, a realizar este ano.

Os dados a que a agência Lusa teve hoje acesso irão ser revelados faseadamente à população através dos canais de comunicação do município, que ao longo de todo o mês assinala a Tomada de Óbidos aos Mouros pelas hostes de D. Afonso Henriques, a 11 de janeiro de 1148, sendo este o primeiro feriado municipal do ano a ser celebrado no calendário nacional.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Gustavo Bom / Global Imagens)

Sofia Tenreiro: “Estamos a captar os portugueses que não queremos que fujam”

O ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva (C), ladeado por Ana Teresa Lehmann, secretária de Estado da Indústria (D), e Miguel Cabrita (E), secretário de Estado do Emprego, fala aos jornalistas no final da reunião com administração e Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa para discutirem um modelo de trabalho para o próximo ano, no Ministério do Trabalho e da Segurança Social, em Lisboa, 15 de dezembro ded 2017.  Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Autoeuropa. Governo dá luz verde a creches para destravar diálogo

Mário Centeno. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Fitch dá maior subida de rating de sempre a Portugal e coloca país no grupo da Itália

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Óbidos com 46,9 milhões de investimento aprovado pelo Portugal 2020