OCDE

OCDE aponta aceleração da atividade em Portugal, com Zona Euro a recuar

Exportações e consumo privado aceleram PIB

OCDE prevê dinâmicas estáveis de crescimento no conjunto das economias avançadas, mas vê Alemanha e Estados Unidos em desaceleração.

A atividade económica em Portugal deverá conhecer uma aceleração ligeira, indica esta segunda-feira a OCDE. O indicador compósito avançado, que antecipa a tendência em relação aos próximos seis a nove meses, calcula nos dados de julho um avanço de 0,1 pontos no índice português para ficar ao nível do registado em fevereiro deste ano, invertendo a tendência.

O indicador para Portugal contrasta com as expetativas para o conjunto da Zona Euro – e, em particular, para a principal economia da moeda única, a Alemanha, que ameaça entrar em recessão durante o atual trimestre. O indicador compósito avançado alemão recua 0,2 pontos e o da Zona Euro em 0,1 pontos.

Além disso, também os Estados Unidos veem o indicador compósito avançado recuar 0,2 pontos.

A nota aponta que os indicadores “continuam a sinalizar uma dinâmica de crescimento estável na OCDE no seu conjunto, em França e no Canadá”. O mesmo cenário coloca-se para o Reino Unido, apesar da forte incerteza do Brexit e de uma igual ameaça de recessão. A nota da OCDE assinala, no entanto, uma tendência de crescimento historicamente baixo para a economia britânica.

Entre as economias emergentes analisadas, a OCDE vê também dinâmicas de crescimento estável no Brasil, na Rússia e no sector industrial chinês. “No entanto, surgem sinais de desaceleração na Índia devido a um acentuado declínio na indústria automóvel”, junta a nota da organização.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
coronavirus lay-off trabalho emprego desemprego

Empresas com quebras de 25% vão poder pedir apoio à retoma

CMVM. Fotografia: DR

Auditores: CMVM encontrou 66 irregularidades graves

isabel dos santos nos

Luanda Leaks: CMVM envia processos para o Ministério Público

OCDE aponta aceleração da atividade em Portugal, com Zona Euro a recuar