OCDE. Inflação em Portugal nos 3,1%

Governo quer criar preços de referência
Governo quer criar preços de referência

A inflação homóloga dos países membros da OCDE desceu ligeiramente em março para os 2,7%, uma décima abaixo de fevereiro, devido sobretudo ao abrandamento dos preços da energia e da alimentação, anunciou hoje a organização.

De acordo com os índices dos preços ao consumidor, hoje divulgados pela Organização para a Cooperação e desenvolvimento Económico (OCDE), a subida dos preços da energia abrandou em março, para os 6,5% face aos 7,9% do mês anterior.

Na alimentação, a inflação abrandou também dos 3,8% (de fevereiro) para os 3,5% (de março).

Sem contar com a alimentação e com a energia, a taxa de inflação anual nos 34 países membros manteve-se estável nos 1,9% em março.

Em Portugal, o valor registado foi de 3,1 por cento em março, acima da média da zona euro, que foi de 2,7%.

Entre os Estados membros da organização, as taxas de inflação mais elevadas em março verificaram-se na Turquia (10,5%) e Islândia (7,8%).

As mais baixas, por seu turno, encontram-se na Suíça (-1,0) e na Polónia (0,5%).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
kosrae nautilus resort micronesia

Quer um resort na Micronésia? Compre uma rifa de 49 dólares

Algarve contra exploração de petróleo na região

Cordão humano contra exploração de petróleo une manifestantes no Algarve

Cristiano Ronaldo  Foto: EPA/HOMEM DE GOUVEIA

Cristiano Ronaldo dá nome a aeroporto da Madeira

AG600 hidroavião

China concluiu construção de maior hidroavião do mundo

provas08

Wine Fest. 150 razões e mais uma para passar na Alfândega do Porto

um horário de trabalho mais reduzido é sinónimo de uma vida mais saudável (70%) Fotografia: REUTERS/Neil Hall

Trabalhar mais de 40 horas? Sim, mas com salário maior

Conteúdo Patrocinado
OCDE. Inflação em Portugal nos 3,1%