Coronavírus

Oeiras doa mais 24 ventiladores a hospital S. Francisco Xavier

Isaltino de Morais, Presidente da Câmara Municipal de Oeiras.
( Gustavo Bom / Global Imagens )
Isaltino de Morais, Presidente da Câmara Municipal de Oeiras. ( Gustavo Bom / Global Imagens )

Aparelhos são entregues amanhã, num investimento que inclui ainda máscaras e outro equipamento.

É mais uma iniciativa da câmara de Oeiras para fazer face aos efeitos desta pandemia no município. Amanhã, a autarquia liderada por Isaltino Morais vai entregar mais 24 ventiladores ao Hospital São Francisco Xavier, ao qual já oferecera em abril um par de equipamentos. A ocasião será liderada pela presidente da Assembleia Municipal, Elisabete Rodrigues, pela vereadora da Ação Social, Teresa Bacelar, e pela presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Ocidental, Rita Peres.

A autarquia vai ainda oferecer 1 milhão de máscaras cirúrgicas para garantir a proteção da população de Oeiras no dia-a-dia, no âmbito das medidas de desconfinamento social, num investimento de cerca de 500 mil euros, que se soma a dezenas de outros para financiar projetos de combate à covid. A autarquia garantiu recentemente um apoio excecional ao Serviço Nacional de Saúde de 1 milhão de euros, para aquisição de 43 ventiladores, 60 seringas elétricas infusoras e 30 bombas elétricas infusoras para fornecer o Hospital São Francisco Xavier, além de 10 mil máscaras cirúrgicas, 150 máscaras formato FFP2, 100 viseiras e 4 termómetros laser para o Hospital Prisional de Caxias.

Leia também: “Oeiras reforçou orçamento em 4 milhões para responder à Covid”

O município juntou-se ainda ao consórcio Serology4Covid, aprovando uma comparticipação financeira de 100 mil euros para o Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (iBET), que está a desenvolver o protótipo de testes serológicos para SARS-COV-2, de forma a permitir reconstruir o passado e saber quem esteve infetado com SARS-COV-2 e quem está imune. O valor cobre a primeira fase deste projeto, sendo as subsequentes apoiadas pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.

O iBEt é uma instituição sem fins lucrativos na área da investigação biotecnológica, sediada no concelho de Oeiras, com experiência na produção de componentes biológicos para a indústria e que está a fazer o trabalho de desenvolvimento do protótipo de testes serológicos (testes imunológicos) – que uma vez aprovados serão produzidos em larga escala para aplicação a todos os portugueses.

Além destas iniciativas de combate ao vírus, a autarquia liderada por Isaltino Morais deu já vida a uma série de iniciativas de apoio à comunidade de Oeiras para melhor ultrapassar as dificuldades deste momento, tendo para tal reforçado o seu orçamento em 4 milhões de euros.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, acompanhado pelo ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (Foto: Mário Cruz/Lusa)

Recuperar poder de decisão na TAP obriga Estado a pagar mais

Humberto Pedrosa é o acionista do consórcio Gateway.

TAP: Humberto Pedrosa realça a não nacionalização da empresa

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

TAP: Sindicato do Pessoal de Voo espera que acordo proteja postos de trabalho

Oeiras doa mais 24 ventiladores a hospital S. Francisco Xavier