Oficial: As notas de 500 euros vão acabar

BCE tomou em consideração utilização destas notas em atividade ilícitias

É oficial: as notas de 500 euros vão mesmo deixar de ser produzidas no final de 2018, anunciou esta quarta-feira o Banco Central Europeu (BCE), através de um comunicado publicado depois da reunião do conselho de governadores.

"O conselho de governadores do BCE concluiu a revisão da estrutura de denominação da série Europa. Decidiu parar a produção da nota de 500 euros e excluí-la da série Europa, tendo em conta os receios que esta nota pode facilitar atividades ilícitas", refere o documento. "A emissão de notas de 500 euros vai ser parada por volta do final de 2018, quando as notas de 100 e 200 euros da série Europa começarem a ser introduzidas", acrescenta.

Infografia: Saiba aqui o que anda na sua carteira todos os dias

O BCE adianta, no entanto, que as atuais notas de 500 euros vão manter-se em circulação e a ter valor legal. Podem também ser trocadas nos bancos centrais nacionais na zona euro por tempo indeterminado.

O comunicado do supervisor liderado por Mario Draghi confirma a notícia avançada esta quarta-feira pelo Wall Street Journal, que dava conta do fim de circulação da nota mais valiosa do Euro.

Em fevereiro passado, Mario Draghi já tinha deixado a porta aberta ao fim da nota de 500 euros ao afirmar que estava a “considerar” retirá-la de circulação devido à “crescente preocupação” da opinião pública de poderem estar a ser utilizadas para atividades ilícitas.

“As notas de 500 euros são vistas, cada vez mais, como um instrumento de atividades ilegais e é nesse contexto que estamos a considerar avançar com medidas”, afirmou Draghi a 15 de fevereiro.

Os dados mais recentes do Banco de Portugal indicam que foram detetadas 12 novas falsas de 500 euros no primeiro trimestre de 2015, o número mais baixo entre as notas em circulação, segundo o boletim Notas & Moedas.

(Notícia atualizada às 18h03 com mais informação)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de