Os 10 passos da Troika hoje em Madrid

Hoje é dia de visita da Troika a Madrid. Os técnicos do Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia estão na capital espanhola para avaliar a evolução da reestruturação bancária. Estes são alguns dos passos essenciais, segundo o jornal espanhol Expansion. 1. Objetivo: um dos principais pontos da agenda dos técnicos é avaliar se Espanha está a cumprir todos os pontos do memorando de entendimento para o resgate bancário, no valor de 44 milhões de euros. 2. Revisão: esta é a terceira visita dos responsáveis da troika a Espanha, e é também a terceira revisão ao programa bancário espanhol. Na última avaliação, em Março, assegurava que o país estava no caminho certo. 3. Reuniões: Pouco se sabe sobre a agenda da troika em Espanha. Os técnicos terão uma reunião com o Governo e representantes do sector privado. Mais tarde vão visitar vários bancos. 4. Banca: De acordo com o porta-voz da Comissão Europeia para os assuntos económicos e financeiros, Simon O'Connor, as autoridades espanholas estão a proceder "segundo o previsto, com a implementação dos planos de reestruturação nos bancos apoiados pelo Estado". Durante o primeiro trimestre, defendeu o responsável, foram alcançados "benefícios razoáveis", além do aumento dos depósitos e da subida das ações. "Praticamente todas as medidas foram tomadas no imediato e de forma eficaz."5. Entidades envolvidas: Bankia, NCG Banco, Catalunya Bank, Banco de Valencia (agora Caixa Bank), BMN, Liberbank, Ceiss (que se vai fundir com a Unicaja) e Grupo Caja 3. 6. Despejos: é outro dos assuntos a analisar pelos responsáveis da troika, a expropriação temporária de quem tem dívidas à banca, e o seu ajuste ao resgate bancário. 7. 40 mil milhões: O montante do financiamento pedido por Espanha é de 40 mil milhões de euros. Um valor que muitos consideram insuficiente, mas que resulta de um "cálculo independente sobre as necessidades da banca".8. Conclusões: o resultado da visita da troika a Espanha deverá ser publicado a 3 de junho, prevendo-se que os dados definitivos possam ser apresentados no final desse mês. 9. Nova visita: o Fundo Monetário Internacional tem nova visita marcada para Madrid a 3 de junho, altura em que inicia a análise da conjuntura e prepara o documento final sobre a situação económica do país. O documento deverá ser tornado público a 18 de junho. 10. Chipre: além de Espanha, os técnicos do FMI visitam esta semana o Chipre, também para analisar a reestruturação do sistema bancário do país, com a reforma do maior banco cipriota, o Banco do Chipre, e a liquidação do segundo maior, o Banco Popular.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de