Os vários tipos de petróleo

Petróleo vai continuar a chegar à Europa
Petróleo vai continuar a chegar à Europa

As reservas de petróleo mundiais estão a aumentar, porque já se incluem os diferentes tipos de cruse que existem no subsolo. Matérias-primas que antes não podiam ser extraídas porque não havia tecnologias que o permitissem, mas que hoje já começam a aparecer, ainda que muito caras. Fique a conhecer algusn dos tipos de petróleo que existem no mundo e onde eles se encontram.

Light oil

A tradução à letra é petróleo leve, porque surge em oposição ao petróleo pesado. Este é o tipo de crude que se encontra em países como a Arábia Saudita ou a Rússia. Um petróleo com poucas impurezas que é mais fácil de produzir e também mais fácil e barato de refinar. Na prática, o que todos querem.

Petróleo pesado

É o tipo de petróleo que existe na Venezuela ou no Canadá. No primeiro caso, trata-se de um petróleo com um elevado teor de enxofre que necessita de um maior tratamento. No segundo caso, o petróleo está misturado com areias betuminosas que obrigam a uma maior limpeza e separação.

Pré-sal

É um petróleo de boa qualidade, semelhante ao da Arábia Saudita, mas que está numa zona geográfica de muito difícil extracção, mais precisamente a sete mil metros de profundidade, em alto mar, debaixo de uma camada de sal com dois mil metros de espessura. Este é o tipo de petróleo que a Galp tem no Brasil.

Ártico

Não é um tipo de petróleo, mas antes uma zona onde, segundo António Costa e Silva, presidente da Partex, estão 25% dos recursos por descobrir. Estima-se que a qualidade deste crude é boa, melhor do que o da Venezuela, mas questões ambientais e o facto de estar numa zona de temperaturas geladas afastam qualquer interessado.

Shale oil

Têm estado a ser densenvolvidas tecnologias para extrair um tipo de petróleo ainda muito pouco conhecido, revela António Costa e Silva. Chama-se shale oil ao crude que fica retido nas rochas depois da extracção normal, mas que ainda pode ser usado se tratado adequadamente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O antigo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos ouvido na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco. Assembleia da República, Lisboa, 19 de junho de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

As razões de Teixeira dos Santos – e aquilo que nunca soube

O antigo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos ouvido na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco. Assembleia da República, Lisboa, 19 de junho de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Teixeira dos Santos: Sócrates alertou que nomear Vara criaria “ruído mediático”

Outros conteúdos GMG
Os vários tipos de petróleo