China

Pagamentos digitais na China superam os dez biliões de euros em dez meses

Fotografia: EPA/WU HONG
Fotografia: EPA/WU HONG

Para pagar a luz e água, a conta no restaurante ou as compras do supermercado na China é possível recorrer apenas a carteiras digitais.

Os pagamentos feitos via carteiras digitais na China atingiram os 12,77 biliões de dólares (10,40 biliões de euros), entre janeiro e outubro de 2017, ilustrando a rápida extinção do dinheiro vivo no país.

O montante gasto em pagamentos móveis, nos primeiros dez meses de 2017, superou o conjunto de 2016, que se fixou em 5,5 biliões de dólares (cerca de 4,4 biliões de euros), segundo o ministério da Indústria e Tecnologia de Informação.

Para pagar a luz e água, a conta no restaurante ou as compras do supermercado na China é possível recorrer apenas a carteiras digitais.

Em Pequim, vários mendigos aderiram já à inovação tecnológica e têm consigo um código QR impresso para transferência direta de doações para as respetivas contas, em aplicativos como o Wechat ou Alipay.

Lançado em janeiro de 2011, pelo gigante chinês da Internet Tencent, o Wechat tem atualmente quase mil milhões de utilizadores, segundo dados da empresa, e funciona simultaneamente como serviço de mensagens instantâneas e carteira digital.

O Alipay, outra importante carteira digital na China, pertence ao gigante chinês de comércio eletrónico Alibaba.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
GSFJ2392

“A sustentabilidade dos media depende de todos nós”

Alexandre Fonseca - CEO da Altice Portugal

Fotografia: Gerardo Santos

Alexandre Fonseca sobre 5G: “Portugal hoje posiciona-se na cauda da Europa”

Sebastião Lancastre, Easypay

Easypay. “Para sermos relevantes para os clientes temos de ouvi-los”

Outros conteúdos GMG
Pagamentos digitais na China superam os dez biliões de euros em dez meses