PAN quer alargar incentivos às bicicletas elétricas

O partido quer dar um incentivo até 20% do valor da bicicleta até um valor máximo de 200 euros.

O Partido Pessoas, Animais e Natureza (PAN) quer que os incentivos para compra de veículos de baixas emissões sejam extensíveis às bicicletas elétricas. O PAN apresentou esta quinta-feira uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2019 (OE 2019) nesse sentido.

"A utilização da bicicleta como modo de deslocação, isoladamente ou em combinação com os transportes públicos, traz diversos e enormes benefícios ambientais, sociais, económicos e de saúde pública", refere o texto da proposta.

O partido lembra que "metade das deslocações nas cidades europeias é inferior a 5 km, distância para a qual a bicicleta convencional é o modo de transporte mais rápido porta-a-porta", adiantado que "a bicicleta elétrica é o mais rápido em distâncias até 10 km, e até 20 km a diferença para o automóvel é marginal."

O PAN sublinha ainda que "o preço médio de uma bicicleta eléctrica corresponde a 8% do valor total de um carro eléctrico. O incentivo do Estado para a aquisição de bicicletas eléctricas é, portanto, um modo eficiente - para o Estado, assim como para o consumidor e a economia - de descarbonização do sector dos transportes", refere a proposta de alteração.

De acordo com vários sites consultados pelo Dinheiro Vivo, o preço de uma bicicleta elétrica pode variar entre os 800 euros e os 5 000 euros.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de