Parlamento elogia Teodora Cardoso. BE, PCP e PEV votam contra

A economista foi presidente do Conselho das Finanças Públicas desde a fundação, em fevereiro de 2012. O voto de louvor foi apresentado pelo PSD.

O parlamento aprovou, por maioria, esta sexta-feira, um voto de louvor à economista Teodora Cardoso, que deixou de ser presidente do Conselho de Finanças Públicas, pelo seu contributo para a transparência no acompanhamento do processo orçamental.

BE, PCP, PEV e o deputado do PS Ascenso Simões votaram contra, enquanto as bancadas do PSD, PS, CDS e PAN votaram a favor.

No texto, apresentado pelo PSD, o parlamento dirige “uma palavra de profundo reconhecimento por uma intensa carreira dedicada à causa pública e pelo contributo que deu para a transparência e melhoria do acompanhamento do processo orçamental”.

Teodora Cardoso presidiu ao Conselho de Finanças Públicas desde a sua criação, em fevereiro de 2012, pelo anterior Governo PSD-CDS (2011-2015), “com a missão de proceder a uma avaliação independente sobre a consistência, cumprimento e sustentabilidade da política orçamental”, lê-se ainda no texto.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de