parlamento europeu

Partido de Macron vai integrar liberais europeus

Emmanuel Macron, presidente francês.
Emmanuel Macron, presidente francês.

O Presidente francês ainda não tinha confirmado oficialmente a sua união aos liberais europeus

A Renascença (Renaissance En Marche), o nome pelo qual o partido do Presidente francês, Emmanuel Macron, fez campanha nestas eleições europeias vai unir-se aos liberais europeus, anunciou hoje o Parlamento Europeu.

Philipp Schulmeister, responsável pelas projeções do Parlamento Europeu, esclareceu que a Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa (ALDE) solicitou que os resultados do partido do Presidente francês “sejam atribuídos a esse grupo”, assim como da força anticorrupção romena Aliança 2020 USR-PLUS.

“O ALDE pediu igualmente que o nome do grupo seja, a título provisório, ALDE/ Renaissance/ USR+”, acrescentou.

Com o anúncio de hoje termina o ‘suspense’ em torno do “Em Marcha!” de Emmanuel Macron, que concorreu às eleições europeias sob o nome de Renascença.

O Presidente francês ainda não tinha confirmado oficialmente a sua união aos liberais europeus, embora tudo apontasse para que o seu partido integrasse o ALDE.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

BCP, Berardo e calúnias. As explicações de Constâncio no inquérito à CGD

Outros conteúdos GMG
Partido de Macron vai integrar liberais europeus