Governo

Partidos recusam negociar com “paraministro”, só o PSD aceita

António Costa Silva, Presidente da Comissão Executiva do Grupo Partex Oil and Gas. (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)
António Costa Silva, Presidente da Comissão Executiva do Grupo Partex Oil and Gas. (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

BE, PCP e CDS negaram-se, no sábado, a negociar com António Costa Silva, o gestor indicado pelo Governo para preparar a recuperação económica do país. O PSD está “na disposição de colaborar” e acredita que poderá estar encontrado um novo ministro.

Isabel Meirelles, vice-presidente do PSD, disse ao JN que a decisão do Governo em designar António Costa Silva como seu representante nas negociações com os partidos e parceiros sociais, noticiada este sábado pelo “Expresso”, é “surpreendente”.

A também deputada lembrou que o gestor “é um estreante em política, desconhece os assuntos da governação e não tem qualquer experiência nesta área”.

Ainda assim, Isabel Meirelles garantiu que os sociais-democratas vão aceitar reunir com Costa Silva. “O PSD sempre teve uma oposição responsável e colaborante. Cabe ao Governo definir as suas escolhas. Não nos imiscuímos naquilo que foi a decisão do primeiro-ministro e, obviamente, estaremos na disposição de colaborar com quem ele indigitar”.

Leia mais no Jornal de Notícias!

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Partidos recusam negociar com “paraministro”, só o PSD aceita