Pensões: conheça todos os cortes

Pensão é a mais baixa de sempre
Pensão é a mais baixa de sempre

O Orçamento do Estado para 2012 terá várias medidas que afectarão em concreto os pensionistas. A última acabou de ser anunciada pelo primeiro-ministro: a eliminação do subsídio de férias e de Natal para 2012 e 2013. A mesma medida que será aplicada à Função Pública.

Conheça as medidas que serão aplicadas aos pensionistas para o ano:

Pensões acima de 1.000 euros

Ficarão sem o subsídio de Natal e de Férias em 2012 e 2013. Ou seja, na prática estes reformados ficam sem quatro pensões.

Pensões entre 485 e 1.000 euros

Estes pensionistas perderão uma das pensões durante os dois anos.

Aumentos

No próximo ano, as pensões não vão ser actualizadas – apenas as mínimas aumentarão por pressão do CDS-PP.

IRS

Em 2012 será feita uma convergência da dedução específica com os rendimentos de trabalho dependente que acabará por se traduzir numa subida do IRS.

Contribuição extraordinária

Vai manter-se a contribuição extraordinária de 10% sobre o valor das pensões que acresce aos 5000 euros, mas o Governo deixou cair a intenção de fazer incidir uma taxa de 5% sobre as reformas acima de 1500 euros mensais, que se traduziria numa redução média de 5% no valor das pensões (observando a mesma progressão que foi feita para o corte salarial).

ADSE

Pensionistas que ganhem mais de 485 euros vão passar a descontar 1,5% do salário para a ADSE. A medida afectará 75 mil reformados.

Imposto de Natal (2011)

17% dos pensionistas pagarão este ano o chamado imposto de Natal que incidirá sobre metade do montante de subsídio de Natal que fique acima dos 485 euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

PERFIL: Américo Amorim, o homem que construiu um império

PERFIL: Américo Amorim, o homem que construiu um império

ricardo4

Ricardo Salgado: “Vou lutar até ao fim. Eles estão a perceber isso”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Pensões: conheça todos os cortes