Economia

Plataforma para cancelar contratos de telecom é “passo importante”

Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital,. Foografia: Manuel de Almeida / LUSA
Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital,. Foografia: Manuel de Almeida / LUSA

Defesa do consumidor digital tem de ser melhorada, lembra o ministro da economia

Os portugueses com contratos de telecomunicações deverão poder começar a cancelar os contratos com as operadoras de telecomunicações através de uma nova plataforma online. A notícia foi avançada no final de 2019 com data para o primeiro trimestre de 2020 e, agora, o ministro da economia lembra que “é um passo importante” na defesa dos consumidores.

“É uma medida que efetivamente queremos avançar e que é um passo importante para flexibilizar e tornar mais simples aos consumidores a cessação dos seus contratos”, disse Pedro Siza Vieira que está a ser ouvido na comissão parlamentar de Orçamento e Finanças e de Economia.

Siza Vieira defendeu ainda que é preciso “regular o funcionamento das plataformas online” e a defesa do consumidor, em geral, “nesta nova realidade digital”.

“A forma como se acede ao consumo, através das plataformas digitais, acaba por criar novas formas de relacionamento e temos de adaptar o nosso sistema jurídico a isso”, disse o governante.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Foto - Leonardo Negrao

Deco: seguros de saúde não cobrem coronavírus, seguros de vida sim

Foto: D.R.

Easyjet. Ligações de Portugal com Itália não serão afetadas, por enquanto

Plataforma para cancelar contratos de telecom é “passo importante”