Climate Change Leadership

Plateia de Al Gore só com mil lugares

al-gore-3d15ddb59ce35f78b6c476de54ac32192720fc59

Primeira edição da conferência do clima juntou, o ano passado, quase três mil pessoas no Coliseu para ouvir Barack Obama

Arranca terça-feira, dia 5, a segunda edição da Climate Change Leadership que, este ano, traz ao Porto produtores, climatologistas e investigadores mundiais ligados ao sector do vinho de mais de 30 países. Uma organização a cargo da Taylor’s, em parceria com a Associação Comercial do Porto e o Instituto da Vinha e do Vinho, e que encerra quinta-feira com a intervenção de Al Gore.

O Prémio Nobel da Paz em 2007 e ex-vice-presidente dos Estados Unidos vem à Alfândega do Porto para partilhar a sua experiência enquanto pioneiro do The Climate Reality Project, uma organização sem fins lucrativos orientada para a educação ambiental.

Recorde-se que, o ano passado, na primeira edição do evento, o convidado de honra foi Barack Obama que falou para quase três mil convidados no Coliseu do Porto. A plateia para Al Gore, na Alfândega do Porto, não deverá passar das mil pessoas.

A iniciativa, este ano, conta com três momentos distintos. O primeiro dia é reservado a uma mostra de empresas associadas do The Porto Protocol, iniciativa idealizada e lançada por Adrian Bridge, diretor-geral da The Fladgate Partnership, o grupo que detém a Taylor’s, e que reúne já mais de 100 parceiros, entre os quais nomes como Marks & Spencer, The Family Coppola, o Instituto Galego do Vino, Respekt Biodyn, Argos Analytics, a Amorim, a Symington Family Estates, a Bial, a Toyota ou o Turismo de Portugal. O objetivo, este ano, é envolver os cidadãos, sob o lema ‘You can be a hero!’, em atividades diversas como a limpeza de praias ou rios.

O dia de quarta-feira e a manhã de quinta são dedicados às soluções para a indústria do vinho, com 12 painéis a debater a questão. Na tarde do dia 7, o ponto alto do evento: o Porto Summit, onde é dado espaço à discussão mais alargada sobre as alterações climáticas.

Afroz Shah, distinguido com o prémio ONU Champions of the Earth em 2016, Kaj Török, diretor de sustentabilidade da multinacional Max Burgers, Ester Asin, diretora Geral para a Europa da World Wide Fund for Nature – WWF, e José Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e da Transição Energética de Portugal, são os restantes oradores. Al Gore tem a seu cargo a última intervenção do evento. Marca presença no jantar de encerramento, nas caves Taylor’s, dorme no Hotel Yeatman e parte no dia a seguir.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Página inicial

REUTERS/Stephen Lam/File Photo

Moedas como Libra do Facebook podem diminuir poder dos bancos centrais

Outros conteúdos GMG
Plateia de Al Gore só com mil lugares