Preços

Portagens vão aumentar perto de 1% em 2019

Fotografia: Henriques da Cunha / Global Imagens
Fotografia: Henriques da Cunha / Global Imagens

A inflação homóloga sem habitação ter-se-á situado nos 0,98% em outubro, indicando que será esta a ordem de grandeza de aumento das portagens em 2019.

O preço das portagens cobradas na rede de autoestradas deverá aumentar perto de 1% em 2019 caso se confirme o valor provisório da taxa de inflação registada em outubro, avançado esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O valor é inferior ao aumento de 1,36% aplicado em janeiro deste ano.

O aumento das portagens em cada ano é decidido com base na taxa de inflação homóloga sem habitação observada em outubro, devendo as concessionárias fazer chegar a sua proposta de atualização até ao dia 15 de novembro.

Antes de ser conhecido o valor exato do aumento será necessário esperar pela publicação definitiva pelo INE da taxa de inflação em outubro, o que acontecerá a 13 de novembro.

Com base neste valor, as concessionárias avançarão com a sua proposta sendo que o preço das taxas de portagem pago pelos automobilistas ao longo de 2019 será determinado com base na legislação em vigor e no método de arredondamento que está previsto.

As regras determinam aumentos em múltiplos de cinco cêntimos. Assim, sempre que da aplicação da taxa de inflação resulta uma subida inferior a 2,5 cêntimos, os preços no troço em causa ficam inalterados. Se resultar um aumento acima dos 2,5 cêntimos, os preços avançam cinco cêntimos.

Esta fórmula de cálculo fez com que em 2018 se tivessem registado aumentos em cerca de um terço dos troços com portagem. Este ano, a inflação ditou um aumento de 1,36%.

O preço das portagens ficou congelado entre 2014 e 2016 devido aos reduzidos níveis de inflação que se observaram nesses anos. Em 2017, avançaram 0,87%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: DR

IMI baixa para mais de 24 mil famílias que pediram reavaliação

NOS

Avaria na rede da NOS afetou milhares de clientes

Bandeira de Angola

Ex-presidente do Fundo Soberano de Angola libertado

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Portagens vão aumentar perto de 1% em 2019