Portugal coloca dívida a dez anos a juros negativos

Emissão do IGCP arrecadou um total de 1250 milhões de euros em obrigações do tesouro a dez e 15 anos.

Portugal colocou hoje 1.250 milhões de euros, montante máximo indicativo, em Obrigações do Tesouro (OT) a cerca de 10 e 15 anos, a juros negativos no prazo mais curto, foi hoje anunciado.

Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), liderada por Cristina Casalinho, foram colocados 500 milhões de euros em OT com maturidade em 18 de outubro de 2030 (cerca de 10 anos) à taxa de juro de -0,012%.

A procura cifrou-se em 1.511 milhões de euros, 3,02 vezes o montante colocado.

Com maturidade em 12 de outubro de 2035 (cerca de 15 anos), Portugal colocou hoje 750 milhões de euros à taxa de juro de 0,319% e a procura atingiu 1.911 milhões de euros, 2,55 vezes o montante colocado.

O IGCP anunciou que realizava hoje dois leilões de OT com maturidade em 18 de outubro de 2030 (cerca de 10 anos) e em 12 de outubro de 2035 (cerca de 15 anos) e um montante indicativo global entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros.

No anterior leilão de OT a cerca de 10 anos, em 09 de setembro, Portugal colocou 964 milhões de euros em OT com maturidade em 18 de outubro de 2030 (OT 0,475% 18out2030) à taxa de juro de 0,329%, inferior à registada em 26 de agosto, de 0,336%, quando foram colocados 800 milhões de euros.

A procura cifrou-se em 2.110 milhões de euros, 2,19 vezes o montante colocado.

Em relação ao anterior leilão com um prazo similar a 15 anos, Portugal colocou em 14 de outubro do ano passado 346 milhões de euros em OT a 17 anos à taxa de juro de 0,472%, tendo a procura atingido 793 milhões de euros, 2,29 vezes o montante colocado.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de