Habitação

Portugal com a terceira maior subida do preço das casas da UE

(Joao Silva/ Global Imagens)
(Joao Silva/ Global Imagens)

Preço das habitações em Portugal cresceu mais do que o dobro da média europeia no primeiro trimestre, segundo o Eurostat.

Portugal é o terceiro país da União Europeia em que o preço das casas mais subiu no primeiro trimestre deste ano. O aumento foi de 9,2%, na comparação com o mesmo período de 2018. Apenas a Hungria e a República Checa tiveram subidas mais significativas, revela esta quarta-feira o gabinete de estatísticas europeu Eurostat. Na UE, a subida média foi de 4%.

O país ganha ainda mais destaque na comparação com o último trimestre: os preços das casas em Portugal foram os segundos que mais aumentaram na União Europeia: mais 3,6%. Apenas a Hungria registou um agravamento mais significativo: mais 3,7%. A média europeia foi de 0,3%.

Em sentido contrário, Itália é o único país da União Europeia que regista uma descida no preço das casas, quer na comparação anual quer na comparação com o trimestre anterior, indica o mesmo gabinete de estatística.

Entre 2013 e 2018, o preço das casas em Portugal subiu perto de 40%. Na União Europeia o aumento médio não chegou aos 20%, conforme o Dinheiro Vivo escreveu no final de junho.

O Governo português, para travar esta escalada, apresentou o programa de Arrendamento Acessível, com a definição de tetos máximos de renda e também limites aos rendimentos das famílias. Pode saber mais sobre este programa através deste artigo – Rendas acessíveis. Tudo aquilo que precisa de saber

(Notícia atualizada às 10h32 com mais informação)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, durante a inauguração das Escadinhas da Saúde rolantes, ao Martim Moniz. Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens

Crescimento do turismo em 2019 é o mais baixo desde a última crise

brisa_portagens-b7ee34aaf5a5ef94353b303799540f81215c701e

Brisa na mira da maior construtora do mundo

António Costa (E) e Charles Michel (D). Fotografia: EPA/JOHN THYS

Costa usa gráfico onde países “forretas” são dos mais beneficiados pela UE

Portugal com a terceira maior subida do preço das casas da UE