estudo

Portugal com mais de 70 milhões de pesquisas na internet

Lisboa continua a ser a melhor cidade para viver, trabalhar e visitar. Fotografia: Gonçalo Villaverde / Global Imagens
Lisboa continua a ser a melhor cidade para viver, trabalhar e visitar. Fotografia: Gonçalo Villaverde / Global Imagens

Cresceu quase 40% a procura sobre municípios nacionais nos motores de busca. Os tópicos ligados ao turismo são os mais registados

Portugal está cada vez mais na mira dos investidores e dos turistas. A 5ª edição do Portugal City Brand Ranking 2018 conclui que a procura digital por temas relacionados com os municípios portugueses “não para de aumentar” e subiu quase 40% face ao ano anterior. São mais de 70 milhões de pesquisas nos motores de busca, com especial destaque para os tópicos relacionados com o turismo.

Alojamento, restaurantes e atividades de lazer são as mais procuradas, mas, nas referências com maior crescimento nas buscas, destaque para surf, tópico que praticamente duplicou face ao ano anterior. Setor terciário, gastronomia, praia ou características da população são outras das questões que mais interesse e curiosidade suscitam.

Mais de um terço das pesquisas (37,4%) são referentes a municípios da região de Lisboa, seguindo-se o Norte com 29,4%. Curiosamente, e pela primeira vez, a região de Lisboa lidera o ranking do turismo, destronando o Algarve. O que se deve, destaca Filipe Roquette, diretor-geral da Bloom Consulting em Portugal, a “um aumento de 47% na procura relacionada com temas turísticos pelos municípios da região de Lisboa”.

Os incêndios de Pedrógão Grande fizeram disparar as pesquisas sobre a região, que cresceram 316%. A tragédia levou os portugueses a formas de ajudar. “Termos como ‘donativos’, ‘voluntariado’ e ‘bombeiros’ cresceram exponencialmente nos meses que se seguiram aos incêndios”, diz o diretor-geral da consultora.

O estudo pretende dar a conhecer qual a melhor cidade para viver, para trabalhar e para visitar e aqui não há dúvidas, Lisboa lidera destacada, a exemplo das edições anteriores. Aliás, o Portugal City Brand Ranking 2018, que hoje será dado a conhecer e a que o Dinheiro Vivo teve acesso, destaca que, apesar dos “excelentes resultados” obtidos por municípios como o Porto, Cascais e Braga, “é a capital que continua a dominar todas as dimensões” do estudo.

A capacidade de atração de investimento, de turistas e de talento, bem como o aumento da proeminência e o crescimento das exportações são as questões analisadas e que dão origem ao top Negócios, Visitar e Viver.

A cidade de Lisboa apresenta uma “performance exemplar” em todas as variáveis, não só estatísticas mas, também, digitais. Refira-se que a consultora consegue mapear a procura nos motores de busca de todo o mundo em cinco línguas diferentes: português, inglês, espanhol, francês e alemão.

“Com o aumento progressivo do volume de pesquisas, Lisboa assume-se como uma das cidades europeias mais procuradas por investidores, turistas e talento nacional e internacional”, pode ler-se no documento. O Porto mantém e reforça o segundo lugar como a principal cidade nacional para investir, visitar ou viver.

Mas não faltam surpresas, como a entrada de Ponta Delgada no top 25 nacional, permitindo que, pela primeira vez, as sete regiões do país estejam representadas nesta tabela. “Os Açores são a região que percentualmente mais cresceu”, sublinha Filipe Roquette, que destaca, ainda, a subida de três posições de Vila Nova de Gaia, que ascende ao 9º lugar.

O concelho liderado por Eduardo Vítor Rodrigues foi premiado com duas “Marca Estrela” – designação dada a municípios que se destacam -, a nacional e a dos negócios. A cidade subiu 10 posições no ranking do investimento e das exportações e está em 6º lugar.

No top 5 das melhores cidades para investir, destaque para Cascais que destronou Coimbra na 4ª posição, graças ao “bom desempenho na taxa de novas empresas criadas no município da linha”. Também no ranking do turismo, Cascais subiu ao 4º lugar, ultrapassando Albufeira “in-extremis”: só uma centésima separa as duas cidades.

Quanto aos melhores municípios para viver, foi Braga que suplantou Sintra e ascendeu ao 4º lugar. Cascais manteve-se em 3º. O maior destaque aqui vai para Viseu e Oeiras, que subiram duas posições e regressam ao top 10. Ocupam agora o 8º e o 9º lugar da tabela, respetivamente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A presidente do Conselho de Administração da Autoridade da Concorrência (AdC), Margarida Matos Rosa. Fotografia:  TIAGO PETINGA/LUSA

Compra TVI. AdC ia chumbar operação que ia custar 100 milhões aos concorrentes

German Chancellor Angela Merkel and French President Emmanuel Macron attend a press conference after their meeting at the German government guesthouse Meseberg Palace in Meseberg, Germany, June 19, 2018. REUTERS/Hannibal Hanschke - RC1BEFE4FD20

Zona Euro com orçamento comum em 2021

Funcionários públicos e pensionistas descontam 3,5% para a ADSE

ADSE ganhou 4 mil novos beneficiários titulares

Outros conteúdos GMG
Portugal com mais de 70 milhões de pesquisas na internet