Diplomacia

Portugal e Colômbia criam Conselho Estratégico para reforçar e alargar relações

Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos) e primeiro-ministro de Portugal, António Costa. Fotografia: ANTÓNIO COTRIM/ LUSA
Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos) e primeiro-ministro de Portugal, António Costa. Fotografia: ANTÓNIO COTRIM/ LUSA

Portugal e Colômbia criaram um Conselho Estratégico para reforço e alargamento das relações bilaterais.

O Conselho Estratégico entre os dois países, ideia lançada por ocasião da visita a Portugal do Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, em novembro do ano passado, tem como objetivo “dar um maior reforço às relações entre os dois países”.

Em contacto telefónico a partir de Lisboa, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, que iniciou a visita de cinco dias à Colômbia na terça-feira, afirmou à agência Lusa que as relações bilaterais “não se esgotam nos planos político e económico, pretende-se ampliar a outros setores: cultural, ensino, ciência e conhecimento”.

Com a primeira reunião prevista para “julho deste ano”, o Conselho Estratégico reunirá um conjunto de personalidades de Portugal e Colômbia, que terão “como missão dar o seu contributo para que o relacionamento entre os dois países possa ganhar novo dinamismo”.

“Estamos em final de escolha das personalidades que integrarão o Conselho Estratégico. De um lado e de outro, serão pessoas de altíssimo nível, com percursos quer nos campos económico quer nos cultural e científico”.

Teresa Ribeiro assinalou que as personalidades “reunirão, farão as suas sugestões e identificarão as oportunidades num e noutro país, quer de desenvolvimento de novas atividades quer de identificação de obstáculos, que, de alguma forma, estejam a impedir uma maior fluidez na relação entre os dois países”.

Em Bogotá, capital da Colômbia, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação encontrou-se com a sua homóloga, Patti Londoño, e tem previstas reuniões com representantes de vários organismos internacionais presentes naquele país, incluindo as Nações Unidas, Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento e a Missão de Apoio ao Processo de Paz Colombiano da Organização dos Estados Americanos.

Na visita, Teresa Ribeiro manterá ainda contactos com empresários portugueses na Colômbia, a comunidade residente e com os cônsules honorários de Portugal no Equador e na Colômbia.

Na Colômbia, a comunidade portuguesa é de “cerca 1.100 pessoas”, essencialmente vocacionada para “os negócios”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
Portugal e Colômbia criam Conselho Estratégico para reforçar e alargar relações