Economia

Portugal é o terceiro país da UE com mais riqueza em offshores

Pierre Moscovici, Comissário europeu para os Assuntos Económicos.  REUTERS/Francois Lenoir
Pierre Moscovici, Comissário europeu para os Assuntos Económicos. REUTERS/Francois Lenoir

Receita fiscal perdida ultrapassa os 1,3 mil milhões de euros entre 2004 e 2016.

Em percentagem do PIB, Portugal é o terceiro país da União Europeia (UE) que mais riqueza transferiu para paraísos discais entre 2001 e 2016. Um estudo da Comissão Europeia dá conta de que, em média, foram desviados cerca de 50 mil milhões de euros pelas famílias mais ricas neste período, o equivalente a um quarto do PIB nacional, escreve o Jornal de Negócios.

Pela primeira vez, a Comissão Europeia dá a conhecer a estimativa de valores desviados para offshores pelos Estados-membros e a perda de receita fiscal associada. Só Chipre e Malta têm percentagens superiores a Portugal.

Portugal é também o terceiro país que mais receita fiscal perdeu em percentagem da sua economia. O montante perdido ultrapassa os 1,3 mil milhões de euros entre 2004 e 2016 (1% do PIB português).

“Os valores são chocantes, sobretudo se lembrarmos as dificuldades que a população em geral passou com as medidas de austeridade”, referiu Johan Langerock, assessor de políticas fiscais da Oxfam, em declarações ao mesmo jornal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
coronavirus lay-off trabalho emprego desemprego

Empresas com quebras de 25% vão poder pedir apoio à retoma

Balcão da ADSE na Praça de Londres em Lisboa.

( Jorge Amaral/Global Imagens )

ADSE quer 56 milhões do Orçamento do Estado por gastos com isentos

Fotografia: Miguel Pereira / Global Imagens

Quase 42 mil empresas recorreram a apoios que substituíram lay-off simplificado

Portugal é o terceiro país da UE com mais riqueza em offshores