Portugal lança amanhã troca de dívida de 2014 e 2015 por prazo mais longo

João Moreira Rato, presidente do IGCP
João Moreira Rato, presidente do IGCP

A Agência de Gestão da Tesouraria e da
Dívida Pública – IGCP vai promover na terça-feira uma operação de troca de dívida pública. O Estado vai prolongar assim por mais três anos a maturidade de obrigações do Tesouro que vencem em 2014 e 2015.

O IGCP vai realizar amanhã, 3 de dezembro, às 10 horas, uma operação que prevê a recompra de obrigações com vencimento a 2014 e 2015, em troca por dívida com vencimento em 2017 e 2018, respetivamente.

Segundo informou em comunicado a agência que gere o crédito público português, os investidores vão ser convidados a entregar as obrigações que vencem em junho e outubro de 2014, assim como em outubro de 2015. Em troca, estes irão receber obrigações cujo vencimento ocorre em outubro de 2017 e junho de 2018.

Com esta operação, o Estado pretende aliviar os valores de dívida a reembolsar nos próximos dois anos, uma operação semelhante à que já tinha realizado em outubro de 2012, em que comprou dívida com prazo de
setembro de 2013 para vender dívida com maturidade de outubro de
2015.

Esta possibilidade de se realizar uma troca de obrigações no final deste ano já tinha sido admitida no início de outubro, sobretudo quando o apetite dos investidores por títulos portugueses tem vindo a crescer.

“Nota-se que os ativos portugueses estão a ter uma cada vez melhor aceitação nos mercados internacionais, o que é uma boa oportunidade tanto para o Estado como para as empresas portuguesas que procuram financiamento”, afirmou um fonte de mercado ao Dinheiro Vivo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Presidente do Conselho de Finanças Públicas (CFP), Nazaré da Costa Cabral. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Linhas de crédito anti-covid ainda podem vir a pesar muito nas contas públicas

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. FILIPE FARINHA/LUSA

Marcelo promulga descida do IVA da luz consoante consumos

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Apoio a rendas rejeitado devido a “falha” eletrónica

Portugal lança amanhã troca de dívida de 2014 e 2015 por prazo mais longo