Dívida

Portugal paga mais para emitir 1,5 mil milhões a longo prazo

Taxas de juro foram mais elevadas do que as do mercado secundário

O Tesouro português colocou 1,5 mil milhões de euros em obrigações a seis e a 30 anos, numa emissão sindicada que decorreu esta quarta-feira. As taxas de juro exigidas pelos investidores foram mais elevadas face às do mercado secundário.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP emitiu mil milhões de euros em obrigações com maturidade em outubro de 2022 e mais 500 milhões em obrigações com maturidade em fevereiro de 2045.

No prazo mais curto, a taxa conseguida foi de 2,52%, o que significa que o Tesouro está a pagar mais 242 pontos base acima da taxa praticada no mercado secundário para o prazo de seis anos. Já no prazo mais longo, a taxa foi de 4,24%, 324 pontos base acima do preço praticado no mercado secundário.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Gustavo Bom / Global Imagens )

Englobamento agrava IRS para rendimentos ‘protegidos’ pelo mínimo de existência

(Gustavo Bom / Global Imagens )

Englobamento agrava IRS para rendimentos ‘protegidos’ pelo mínimo de existência

Salvador de Mello
( Álvaro Isidoro / Global Imagens )

Saúde não pode andar “ao sabor de ventos políticos”

Outros conteúdos GMG
Portugal paga mais para emitir 1,5 mil milhões a longo prazo