frio

Portugal quinto país onde é mais difícil manter a casa quente

Populares caminham numa manhã de geada e o nevoeiro, em Mirandela, 08 de janeiro de 2019. Pedro Sarmento Costa/LUSA
Populares caminham numa manhã de geada e o nevoeiro, em Mirandela, 08 de janeiro de 2019. Pedro Sarmento Costa/LUSA

Dados revelam que um quinto da população portuguesa não tem capacidade para manter a casa quente de forma adequada.

Com a previsão de neve e frio para os próximos dias, mais de 20% dos portugueses terão dificuldades em manter a casa quente de forma adequada. De acordo com os dados divulgados hoje pelo Eurostat, Portugal é o quinto país da União Europeia em que mais pessoas têm dificuldade em manter a habitação confortável durante o inverno.

Os dados referentes a 2017 indicam que 20,4% dos inquiridos confessam não conseguir aquecer a casa, ou seja, cerca de 2 milhões de pessoas. Apesar de o valor ser elevado, representa uma evolução significativa na última década. Em 2007 quase 42% da população portuguesa dizia não ter capacidade de aquecer a casa de forma adequada.

Fonte: Eurostat

Fonte: Eurostat

Pior que Portugal estão a Bulgária (36,5%), a Lituânia (28,9%), a Grécia (25,7%) e o Chipre (22,9%). A média da União Europeia situa-se nos 7,8%.

Os países nórdicos são aqueles em que a população consegue ter um aquecimento adequado da habitação. No Luxemburgo, menos de 2% da população assume dificuldades em aquecer a casa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dívida pública está nos 130,3%

Endividamento da economia atinge novo recorde em abril

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva, fala perante a Comissão de Trabalho e Segurança Social, na Assembleia da República, em Lisboa, 26 de junho de 2019. TIAGO PETINGA/LUSA

Mais 93 mil novas pensões atribuídas até julho

Luís Lima, APEMIP

Imobiliárias temem fuga de clientes com nova lei de combate ao branqueamento

Outros conteúdos GMG
Portugal quinto país onde é mais difícil manter a casa quente