frio

Portugal quinto país onde é mais difícil manter a casa quente

Populares caminham numa manhã de geada e o nevoeiro, em Mirandela, 08 de janeiro de 2019. Pedro Sarmento Costa/LUSA
Populares caminham numa manhã de geada e o nevoeiro, em Mirandela, 08 de janeiro de 2019. Pedro Sarmento Costa/LUSA

Dados revelam que um quinto da população portuguesa não tem capacidade para manter a casa quente de forma adequada.

Com a previsão de neve e frio para os próximos dias, mais de 20% dos portugueses terão dificuldades em manter a casa quente de forma adequada. De acordo com os dados divulgados hoje pelo Eurostat, Portugal é o quinto país da União Europeia em que mais pessoas têm dificuldade em manter a habitação confortável durante o inverno.

Os dados referentes a 2017 indicam que 20,4% dos inquiridos confessam não conseguir aquecer a casa, ou seja, cerca de 2 milhões de pessoas. Apesar de o valor ser elevado, representa uma evolução significativa na última década. Em 2007 quase 42% da população portuguesa dizia não ter capacidade de aquecer a casa de forma adequada.

Fonte: Eurostat

Fonte: Eurostat

Pior que Portugal estão a Bulgária (36,5%), a Lituânia (28,9%), a Grécia (25,7%) e o Chipre (22,9%). A média da União Europeia situa-se nos 7,8%.

Os países nórdicos são aqueles em que a população consegue ter um aquecimento adequado da habitação. No Luxemburgo, menos de 2% da população assume dificuldades em aquecer a casa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa. (Fotografia: Mário Cruz/ Lusa)

Carlos Costa: “Não participei nos 25 grandes créditos que geraram perdas” à CGD

Pedro Granadeiro / Global Imagens

Reclamações. Anacom acusa CTT de divulgar informação enganosa

Paulo Macedo, presidente da CGD

CGD cumpre “com margem significativa” requisitos de capital do BCE

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Portugal quinto país onde é mais difícil manter a casa quente