Venezuela

Portugal reconhece Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela

9. REUTERS/Andres Martinez Casares
9. REUTERS/Andres Martinez Casares

O Governo português reconhece Juan Guaidó "como Presidente encarregado de convocar eleições livres e justas na Venezuela".

A posição vai ser explicada hoje pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, numa declaração às 12:00, anunciou o Ministério.

“O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, dá uma conferência de imprensa, hoje, às 12:00, para explicar a posição portuguesa de reconhecimento de Juan Guaidó como Presidente encarregado de convocar eleições livres e justas na Venezuela”, escreve o Ministério em comunicado.

Portugal junta-se assim a outros países europeus, como Espanha, Reino Unido e Suécia, que já hoje reconheceram o presidente do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, como presidente interino, após expirar o prazo de oito dias para que o presidente Nicolás Maduro convocasse eleições presidenciais.

Portugal, Espanha, França, Alemanha, Holanda e Reino Unido tinham dado oito dias a Maduro para convocar eleições, um prazo que terminou no domingo: “Será feito aquilo que o ultimato diz, que é reconhecer a autoridade do presidente da Assembleia Nacional [Juan Guaidó], nos termos da Constituição venezuelana”, disse na sexta-feira Augusto Santos Silva.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa. (Fotografia: Mário Cruz/ Lusa)

Carlos Costa: “Não participei nos 25 grandes créditos que geraram perdas” à CGD

Pedro Granadeiro / Global Imagens

Reclamações. Anacom acusa CTT de divulgar informação enganosa

Paulo Macedo, presidente da CGD

CGD cumpre “com margem significativa” requisitos de capital do BCE

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Portugal reconhece Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela