Ecofin

Portugal quer pagar mil milhões ao FMI ainda este mês

Christine Lagarde, diretora-geral do FMI. Foto:  REUTERS/Lucas Jackson
Christine Lagarde, diretora-geral do FMI. Foto: REUTERS/Lucas Jackson

O ministro das Finanças, Mário Centeno, afirmou que Portugal está à espera de autorizações para avançar com o pagamento antecipado de mil milhões

Portugal quer antecipar o reembolso de mil milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI) até ao final do mês. A informação foi avançada pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, em entrevista à Bloomberg TV.

O ministro das Finanças está a participar numa reunião do Ecofin, no Luxemburgo, que vai confirmar a saída de Portugal do Procedimento por Défices Excessivos. O governante afirmou que o Executivo está à espera das autorizações necessárias das entidades europeias para avançar com o reembolso antecipado de mil milhões de euros.

“Começaremos assim que tivermos autorização formal das instituições europeias e, até ao final do mês, podemos reembolsar mil milhões de euros”, afirmou em entrevista à Bloomberg TV, citada pelo Negócios.

Em maio, o Governo já tinha pedido ao FMI para antecipar o pagamento de 10 mil milhões de euros ao FMI, procurando reduzir o esforço com os juros, mas não foi avançado qual o calendário dos reembolsos antecipados. O FMI cobra juros mais elevados que as restantes instituições, o que justifica esta estratégia.

Portugal ainda tem de pagar 66 mil milhões de euros à troika, no âmbito do resgate de 2011. O FMI vai receber uma fatia de 14,4 mil milhões de euros.

O ministro das Finanças, questionado sobre o acordo alcançado com a Grécia, garantiu que este foi “um grande sucesso” e revelou confiança no cumprimento pelo governo grego dos “compromissos firmados com o Eurogrupo”. Os ministros das Finanças deram luz verde a mais uma tranche de 8,5 mil milhões de euros de ajuda à Grécia.

“Vai ser uma longa viagem, demora tempo, mas vai ser um sucesso”, considerou o ministro das Finanças, que tem sido referido como potencial próximo presidente do Eurogrupo, depois do ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schauble, o ter apelidado de “Ronaldo” do Eurogrupo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: José Carlos Pratas

CGA: desequilíbrio entre trabalhadores e aposentados agrava-se

A presidente do Conselho das Finanças Públicas, Nazaré Costa Cabral. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

Governo volta a negar informação ao Conselho das Finanças Públicas

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Centeno assegura clarificação das dúvidas do BCE

Outros conteúdos GMG
Portugal quer pagar mil milhões ao FMI ainda este mês