Emprego

Portugal com segunda menor taxa de oferta de emprego da UE

O comércio animou em maio. Fotografia: D.R.
O comércio animou em maio. Fotografia: D.R.

O Eurostat anunciou que Portugal registou a segunda menor taxa de ofertas de emprego no primeiro trimestre da União Europeia

Portugal registou a segunda menor taxa de ofertas de emprego (0,9%) no primeiro trimestre, menos de metade da média da zona euro (2,1%) e da União Europeia (UE 2,2%), segundo o Eurostat.

Na zona euro, a taxa de ofertas de emprego subiu, nos primeiros três meses do ano, para os 2,1%, face aos 1,9% homólogos e aos 2,0% do trimestre anterior.

Na UE, as ofertas de emprego aumentou para os 2,2%, quer na comparação homóloga (1,9%), quer em cadeia (2,0%).

Segundo o gabinete de estatísticas da UE, a Grécia registou a menor oferta de emprego (0,7%), seguindo-se Portugal e Espanha (0,9% cada), a Bulgária e a Irlanda (1,0% cada).

No extremo oposto situam-se, com as maiores taxas, a República Checa (4,8%), a Bélgica (3,5%), a Alemanha e a Suécia (2,9% cada).

As ofertas de emprego em Portugal subiram ligeiramente, entre janeiro e março, face aos 0,8% do trimestre anterior mas mantiveram-se estáveis na comparação homóloga (0,9%).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Franceses, britânicos e italianos foram os que mais pediram o estatuto de residente não habitual. Fotografia: D.R.

Residentes não habituais aumentaram 83% no último ano e meio

O turismo está a impulsionar o investimento hoteleiro no país. Fotografia: D.R.

Vão abrir portas mais 44 hotéis em 2019

António Pires de Lima

Nova plataforma quer colocar gestores experientes ao serviço das empresas

Outros conteúdos GMG
Portugal com segunda menor taxa de oferta de emprego da UE