Portugueses esperam gastar em média 363 euros no regresso às aulas

A despesa aumenta consoante o nível de ensino, com as compras do ensino secundário a custar, em média, 450 euros.

Com o regresso às aulas cada vez mais próximo, os portugueses com estudantes a seu cargo fazem contas ao orçamento e preveem gastar, em média, 363 euros, de acordo com o Observador Cetelem. A despesa aumenta consoante o nível de ensino, com as compras do ensino secundário a custar, em média, 450 euros.

Os inquiridos que vão obter manuais escolares de forma gratuita referem que o montante que iram despender nesse material será agora usado em despesas familiares (57%) e na aquisição de outro material escolar (47%).

Leia também: Manuais escolares em mau estado? Não os aceite, diz a Deco

Do que diz respeito à poupança, apenas 30% dos portugueses com estudantes dependentes revela ter economias para a sua educação. A maioria (57%) não tem qualquer dinheiro de parte. Em termos regionais, é possível verificar que é na região Centro e da Grande Lisboa que se regista maior percentagem de indivíduos que têm ou tencionam ter uma poupança (58% e 55%, respetivamente), seguidos pelos residentes a sul do país (39%), norte (35%) e, por fim, Grande Porto (33%).

A semanada é também uma parte relevante para as famílias, que adiantam disponibilizarem, em média, 20 euros por semana para os estudantes gastarem no período de aulas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de