Portugueses trabalham mais uma semana por ano do que a média dos europeus

ng3096918

Os portugueses trabalham mais uma hora por semana (54 minutos) do que a
média dos parceiros da União Europeia, e estão em segundo lugar,
logo depois dos ingleses, na lista que quem passa mais tempo no posto de trabalho. De
acordo com o estudo ‘Oportunidades laborais e satisfação no
emprego’, realizado pela Adecco a partir dos dados do Eurostat, os
portugueses trabalham 41,3 horas semanais, enquanto a média da União
Europeia é de 40,4 horas.

Nesta lista dos 27 Estados-membros, os ingleses são os que mais
trabalham, com uma jornada laboral de 42,3 horas semanais. Em segundo estão os portugueses
e logo atrás polacos e romenos, ambos a trabalhar 41 horas por
semana. Na Alemanha o trabalho semanal é de 40,7 horas e em Espanha
trabalham-se 40,2 horas. Os países onde o horário de trabalho é
mais curto são a Suécia (39,9 horas), França (39,4 horas), Holanda
(39 horas) e Itália (38,7 horas).

De acordo com a Adecco, uma diferença de 50 minutos equivale no
final do ano a uma semana inteira de trabalho. Ou seja, os
portugueses, que trabalham mais 54 minutos (0,9 horas) que
a média da UE, no final do ano têm mais de uma semana de trabalho
de diferença. Face aos italianos, os portugueses trabalham mais três
semanas por ano.

A Adecco dá ainda conta de que os homens europeus trabalham mais
horas semanais que as mulheres, com uma média europeia de 41,1 horas
semanais em comparação com as 39,3 trabalhadas pelas mulheres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
2. Os telemóveis desvalorizam até 78% do investimento num ano

Burlas com SMS custam um milhão por ano aos consumidores

Ana Jacinto, secretária-geral da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) antes de uma entrevista, esta manhã nos estúdios TSF.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ana Jacinto. Hotelaria e restauração precisam de mais de 40 mil trabalhadores

Austin, EUA

Conheça o ranking das cidades mais desejadas pelos millennials em 2020

Portugueses trabalham mais uma semana por ano do que a média dos europeus