Imobiliário

Preço das casas dispara 16,4% em maio

Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens
Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Um imóvel que em maio de 2017 custava 80 mil euros, um ano depois, atingiu um preço de 93,120 euros.

Os preços de venda de imóveis em território nacional têm escalado todos os recordes no últimos meses. Foi atingida uma nova subida em maio passado, de 16,4%, quer em termos mensais quer em termos homólogos. Este indicador foi apurado a partir da informação sobre preços efetivos de transações captados no âmbito do SIR (Sistema de Informação Residencial) e divulgado pela Confidencial Imobiliário.

Isto quer dizer que, em maio deste ano, comprar uma casa custou 16,4% mais em comparação com o mesmo período do ano passado, evidenciando uma nova intensificação no ritmo de subida e continuando a tendência de aceleração da variação homóloga verificada desde final de 2015 (e apenas interrompida no final de 2016). Ou seja, um imóvel que em maio de 2017 custava 80 mil euros, um ano depois, em maio deste ano, atingiu um preço de 93,120 euros.

Leia também: Estas foram as zonas onde o valor das casas mais cresceu

Depois de terminar 2017 nos 12,8%, a subida homóloga do preço das casas tem registado uma forte intensificação já este ano, de tal forma que os preços em maio estão 6% acima do patamar registado em dezembro.

Em termos mensais, a subida dos preços da habitação em maio fixou-se em 0,9%, abrandando face aos 2,0% registados no mês de abril. Ainda assim, desde julho de 2016 que o Índice de Preços Residenciais regista subidas mensais ininterruptas, a mais alta das quais (+2,4%) observada em junho do ano passado.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
As associações representativas dos taxistas marcaram para esta quarta-feira uma manifestação nacional contra a promulgação pelo Presidente da República do diploma que regula as plataformas electrónicas de transporte como a Uber, Cabify, Taxify e Chaffeur Privé. Manifestação de Lisboa.
Táxis junto à rotunda do Marquês de Pombal 
( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Plataformas de transportes ganham pouco com concentração dos taxistas

Revolução nas transferências de dinheiro já chegou a Portugal

Mário Pereira (administrador) e Inês Drummond Borge (diretora de marketing) da Worten

Fotografia: D.R.

Worten tem um marketplace. Vai começar a vender sofás e colchões

Outros conteúdos GMG
Preço das casas dispara 16,4% em maio